-publicidade-

THE TOWN OF LIGHT | O que é a loucura?

O "terror" de The Town of Light é outro: a natureza humana

Quando fomos convidados à testar a versão de The Town of Light para PlayStation 4, lançada no começo de junho, meu interesse veio à tona. Não tinha jogado o título, já disponível para PC desde o começo de 2016, e embora já tivesse ouvido falar muito bem dele, sabia que se tratava de um game de “terror” diferente.

Então, após algumas horas de jogo – o suficiente para terminá-lo, pude trazer mais uma review completa aqui no Jornada Geek. No entanto, tenha uma coisa em mente antes de prosseguir com a sua leitura: o jogo, considerado de terror, explora um tema sensível e triste. Sem mais delongas, vamos ao texto!

O medo do desconhecido

O jogo da Wired Productions te coloca nos olhos de Renée, uma adolescente de 16 anos que foi internada no Manicômio Psiquiátrico de Volterra, em Toscana (Itália). A protagonista foi considerada louca após ter atitudes obscenas para a época, mas que vamos entendendo um pouco do que aconteceu até leva-lá a “loucura”. Um trauma que só quem passou por isso poderia entender.

Sua missão é explorar o local e encontrar pistas e respostas desse acontecimento. A jornada é obscura, muito tensa e perturbadora. Não porque vamos tomar sustos com fantasmas, ETs, zumbis ou maníacos nos perseguindo. O “terror” de The Town of Light é outro: a natureza humana.

The Town of Light
Foto: Divulgação

Jogabilidade

- publicidade-

Ao relembrar os passos da nossa protagonista no manicômio, tomamos decisões que alteram o rumo da história. Na verdade, são apenas em dois momentos, nos capítulos cinco e onze. Esse é um ponto interessante do gameplay, que até motiva um fator replay – desde que você tenha estômago para jogar de novo. Por outro lado, é possível jogar a partir daquele capítulo, o que vai te ajudar na platina.

The Town of Light nos coloca uma câmera em primeira pessoa e mais nada. Interagimos com o ambiente, mas não temos armas para atacar inimigos. Afinal, não há inimigos. Temos memórias que são reativadas a medida que revemos o ambiente em que passamos. É praticamente um walk simulator.

Os “sustos” são feitos com um pequeno aumento no som, quando entramos em um local. Imagens do que eram feitas com os pacientes surgem na tela, mas rapidamente se vão. Encontrar todos esses locais e reviver essas memórias nos ajudará a entender melhor a história, com muita leitura também. Um outro ponto positivo do jogo é ser legendado em português.

- publicidade -

The Town of Light
Foto: Divulgação

Tecnicamente obscuro

Uma das coisas que me chamou atenção em The Town of Light logo de cara foi o ambiente. O jogo usa gráficos cartunescos para retratar as lembranças de Renée, mas o Manicômio busca ser realista. Não sei se essa combinação ficou legal e, de fato, foi algo que me incomodou. Há uma ligação entre as memórias da protagonista e alguns desenhos que encontramos mais à frente na história, mas quando essa informação veio à tona, eu já tinha pegado birra. Além disso, é um jogo escuro. Ele até te dar a opção de regular o brilho no início, mas não altera muita coisa. Você tem uma lanterna, que vai te ajudar a enxergar melhor, e só.

O jogo também apresenta quedas constantes no framerate, principalmente em mudanças de ambiente. Os loadings são grandes, se considerarmos a capacidade gráfica do jogo e do console. Já a imersão sonora, não tenho do que reclamar. Estamos acompanhados apenas da voz de Renée e dos passos da protagonista pelo local.

The Town of Light
Foto: Divulgação

Vale a pena?

Avaliar se The Town of Light vale a pena é complicado. Não porque seja ruim, longe disso. Mas não é um título que é para qualquer um. Não digo aqui de gostar do gênero A ou B, mas sim, de ter estômago para (re)ver toda a história da protagonista sem ser afetado por aquilo.

Para o bem ou para o mal, a Wired Productions buscou uma retratação real do que acontecia nos manicômios entre as décadas de 1930 e 1940, com comprovações históricas. Então, mesmo que Renée seja fictícia, podemos imaginar que aquelas atrocidades poderiam ter acontecido com nossos antepassados. É um jogo que te faz pensar e te choca, com certeza. Além disso, temos os erros técnicos, como quedas no framerate e loadings grandes, que pesam contra a experiência.

- publicidade -

The Town of Light
Foto: Divulgação

The Town of Light está disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One. O jogo está disponível por R$ 35,99 na Steam, R$ 39,00 na Xbox StoreR$ 59,99 na PSN. A versão avaliada para crítica tem média de 67 pontos no Metacritic.

Nota bom

*Review elaborado usando a versão de PS4 do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.

-publicidade-

Notícias relacionadas

THE TOWN OF LIGHT | O que é a loucura?
Lucas Soares
Jornalista e fã de videogames desde criança. Já teve Mega Drive, Game Boy Color, PS1, PS2, PS3, PS Vita, Nintendo 3DS e agora tem PS4, PSVR e PC Gamer. Para ele, o melhor jogo da história é Chrono Trigger, mas Metal Gear Solid 3, Final Fantasy X, Red Dead Redemption 2 e The Last of Us completam o Top-5.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

543,264FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
20SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,479SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: THE TOWN OF LIGHT | O que é a loucura?

Últimas Postagens

Vozes | Conheça o novo filme de terror da Netflix

Com o seu desenvolvimento já confirmado há algum tempo, o filme Vozes foi recentemente lançado pela Netflix. E assim, agora reunimos abaixo alguns dos...

Virgin River | Série da Netflix ganhará 3ª temporada? Confira o que sabemos

Com o seu desenvolvimento confirmado há alguns meses, a 2ª temporada da série Virgin River foi recentemente lançada pela Netflix. E claro, aos poucos...

The Mandalorian | Quem é Ahsoka Tano? Conheça a personagem que apareceu na série

Atualmente já disponível no Brasil como parte do catálogo do Disney+, a série The Mandalorian segue se destacando cada vez mais diante do público....

Beleza Negra | Filme do Disney+ ganha trailer e data de estreia no Brasil

Com o seu desenvolvimento já confirmado há alguns meses, agora o filme Beleza Negra: Uma Amizade Verdadeira (Black Beauty), estrelado pela atriz Mackenzie Foy, teve...

Crônicas de Natal 3 | Tudo o que sabemos sobre o possível filme

Meses após ter o seu desenvolvimento confirmado, o filme Crônicas de Natal 2 foi recentemente lançado pela Netflix. E como não poderia deixar de...