Ellie tocando violão em The Last of Us Parte II
Divulgação

Anos após o seu anúncio e uma expectativa crescente criada ao longo dos últimos meses, o jogo The Last of Us Parte II foi lançado recentemente pela Naughty Dog exclusivamente para o Playstation 4. E claro, não poderíamos esquecer dos amantes de spoilers (por mais que seja estranho eles existirem).

Então, se você está aí roendo as unhas para tomar conhecimento de grandes acontecimentos da história antes mesmo de jogar. Ou se nem vai jogar, mas quer saber o que acontece, este é o seu lugar. Isso porque listamos 7 GRANDES spoilers de The Last of Us Parte II abaixo.

Agora, se você não quer saber nada do que acontece no jogo, então esta é a sua ÚLTIMA CHANCE de sair desta postagem. Você pode ler a nossa crítica SEM SPOILERS, por exemplo. Basta clicar aqui

Com os avisos feitos, vamos aos fatos abaixo:

A morte de Joel pelas mãos de Abby em The Last of Us Parte II

Joel em The Last of Us Part 2
Divulgação

E vamos começar logo por aquilo que é o mais chocante da história de The Last of Us Parte II, a morte de Joel. Como já era de conhecimento há algum tempo, Ellie é a personagem jogável na nova trama. Rumores chegaram a surgir sobre a morte de Joel, mas poucos acreditaram. Mas sim, ele morre no início do jogo pelas mãos de Abby e o seu grupo de amigos, e é este acontecimento que faz com que Ellie procure vingança.

Ainda assim, também devemos destacar que a presença de Joel na trama é enorme. Não apenas pelo fato dele ser a motivação de Ellie, mas também por causa das suas aparições em todos os flashbacks protagonizados pela jovem.

Ellie não é a única protagonista de The Last of Us Parte II

Ellie em The Last of Us Parte II
Divulgação

Com o primeiro ponto já esclarecido, vamos ao segundo grande fato do jogo. Ellie não é a única protagonista. Antes da morte de Joel nós temos a oportunidade de controlá-lo pela última vez, mas os personagens controláveis não param por aí.

Abby também é uma personagem controlável em um pequeno arco no início de The Las of Us Parte II, assim como Joel, antes de passarmos a controlar Ellie em boa parte da primeira metade da história. Entretanto, a surpresa fica pelo fato de que em um certo momento do jogo passamos a controlar Abby novamente, agora para conhecer o seu lado da história e o motivo de ter atacado Joel.

E sim, o seu arco é grande dentro do enredo apresentado.

Abby é a filha do médico que liderava o centro dos vagalumes

Abby em The Last of Us Parte II
Divulgação

Ainda que isso demore até a chegada do seu arco para acontecer, é revelado que Abby é a filha do médico que liderava o centro dos vagalumes em Salt Lake City. Desconfianças chegam a surgir durante a trama em seu início, mas é só quando assumimos de vez o seu controle em Seattle que isso se torna um fato exposto.

Além disso, ela tem uma forte ligação com todo o grupo que lhe acompanhou até Jackson em busca de Joel. Ou seja, as suas motivações para tomar outras decisões vão apenas aumentando de acordo com as atitudes de Ellie.

Ah, e a busca por vingança de Abby é puramente por amar o pai. Não envolve nada de mudança de sexo como os rumores dizem, apesar de que existe um ponto na trama que envolva isso através de outro personagem importante, conhecido como Lev. Mas não, este não é o foco central de The Last of Us Parte II.

Tommy e Dina sobrevivem, mas Jesse morre

The Last of Us Part II
Foto: Divulgação

A busca de vingança desenfreada protagonizada por Ellie também acaba causando novas vítimas. Acontece que em Seattle acabamos encontrando Jesse em certo momento de The Last of Us Parte II, que por sua vez vira um dos parceiros da jovem enquanto ela busca eliminar todo o grupo responsável pela morte de Joel.

Contudo, Jesse acaba morrendo neste percurso. E a assassina, novamente, é Abby. A mesma ainda é responsável na ocasião por ferir Tommy, que acaba gravemente ferido na perna e perdendo a visão de um olho. Entretanto, o mesmo sobrevive ao ataque, assim como Dina, que está grávida de Jesse e volta para Jackson ao lado de Ellie.

Abby e Ellie sobrevivem ao final da trama de The Last of Us Parte II

Ellie na floresta em The Last of Us Parte II
Divulgação

Aqui vai uma situação interessante. Quando The Last of Us Parte II parece ter acabado, ele ainda conta com mais um curto arco. Acontece que Abby e Ellie contam com 2 lutas ao longo da trama. Na primeira delas é Abby quem leva a melhor, e então Ellie volta para Jackson com Tommy e Dina. Ela também passa a viver em uma fazenda perto da cidade ao lado de Dina e do seu filho, mas os fantasmas do passado seguem lhe cercando.

Cercada por traumas, e por uma pressão de Tommy, Ellie então toma conhecimento do paradeiro de Abby e parte atrás da sua rival em uma nova viagem. Desta vez vamos para Santa Bárbara, Califórnia, onde encontramos uma nova facção que capturou Abby enquanto ela procurava por uma possível reunião dos vagalumes remanescentes.

Ellie então decide invadir o local da nova facção com o objetivo de acabar aquilo que lhe atormenta, e assim matar Abby. Elas se encontram, lutam, Ellie perde 2 dedos, mas desiste de matar Abby quando tudo já parecia decidido. Assim então cada uma delas vai para o seu lado, seguindo em frente com suas vidas.

Ellie sabia a verdade

Ellie em The Last of Us Parte II sabia da verdade
Divulgação

Esta é uma questão que qualquer um que conheça The Last of Us Parte II queria a resposta. E sim, Ellie sabia toda a verdade sobre os acontecimentos de Salt Lake City. Isso é descoberto quando a história já está bem avançada, através de um flashback (que são comuns no jogo). 

A cena mostra Ellie retornando ao local 2 anos antes dos acontecimentos envolvendo a morte de Joel, e assim descobrindo que ela era a única imune através de gravações e exames deixados no hospital. Quando Joel chega ao local ela então tem um confronto com ele, afirmando que só retornaria para Jackson com a verdade.

Joel conta, Ellie para de falar com ele, mas eles voltam para a cidade.

Ellie e Joel conversaram uma última vez antes da sua morte

Joel em The Last of Us Parte II
Divulgação

O jogo nos dá a entender que Ellie e Joel passaram um bom tempo sem conversar após ela tomar conhecimento sobre os verdadeiros acontecimentos em Salt Lake City. Acontece que Ellie considera que a sua vida teria salvo outras, então morrer valeria a pena nesta questão.

Contudo, existiu uma conversa entre os dois antes da morte de Joel em The Last of Us Parte II. Uma reaproximação que acabou acontecendo após Ellie passar por uma situação de pré-conceito por conta da sua sexualidade, com Joel lhe defendendo. Eles então conversam na varanda da sua casa, com a jovem dando a entender que estaria disposta a retomar a sua amizade. Algo que, como é de conhecimento, acabou sendo interrompido.

Confira também: 

The Last of Us Parte II ganha novo comercial intenso e com trechos inéditos

Playstation 5: Sony confirma evento que apresentará novos jogos

Sobre The Last of US Parte II

A trama do novo jogo mostra Ellie, agora aos 19 anos, vivendo em Jackson County, lugar onde Tommy e a esposa Maria, vivem há muitos anos. Além disso, também é de conhecimento que ela será amiga de Jesse e terá um envolvimento romântico com Dina. E este é justamente um dos pontos que farão a trama estourar.

Acontece que durante uma patrulha nos arredores do condado algo acaba dando muito errado e, após uma tragédia, Ellie irá buscar vingança e estará disposta a derrubar tudo e todos que cruzarem o seu caminho.

Confira também: The Last of Us | Criador de Chernobyl está desenvolvendo uma série para a HBO

Sobre The Last of US Parte II será lançado em 19 de junho de 2020 exclusivo para Playstation 4. 

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games do Jornada GeekAproveite também para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitter e instagram.

4 COMENTÁRIOS

  1. ainda bem que nao vou compra esse jogo o primeiro era epico mas pelo desenrola da historia dessse fica meio neh deixa a abby viva e meio sacanagem ela deveria morrer nas maos de ellie mas pelo jeito a Naughty Dog ta com medo de matar o pensonagem so pq e trans

    • Olá, Carlos.
      Eu não sei se você realmente parou para ler o texto, ou se pegou apenas os tópicos, mas comentamos em um deles que a Abby NÃO É TRANS.
      Realmente existe um personagem Trans no jogo, mas não é ela. Isso é uma temática que é inserida em um arco envolvendo a Abby, mas muito mais focado em fanatismo religioso, e em como as pessoas não querem aceitar a outra.

      O fato da Abby ficar viva ao final da trama não tem a ver com um cenário de orientação sexual, mas sim com toda a jornada apresentada durante os arcos das duas personagens principais. É uma quebra na linha de vingança, e também uma situação ligada muito aos sentimentos da Ellie.

      Mesmo assim, é uma pena você pensar de tal forma e deixar um preconceito lhe privar de uma das melhores experiências desta geração de consoles.

      Att,

  2. O jogo não é ruim por ter personagens lgbt, mas sim por trazer uma trama forçada, com um final péssimo que estraga a experiência, o final no mínimo deveria ter 2 finais , e não enfiar guera abaixo dos jogadores. Ellie sempre foi lgbt desde 1 jogo e continua sendo um personagem incrível, quem usa o preconceito para criticar é um bosta e quem usa o apoio aos lgbt para proteger o game é falar que é bom por que da espaço crítica social é a mesma coisa do preconceituoso.

    • Aí você entrou no melhor ponto de todos, o de opinião. Não é fuzilar um jogo por ter representatividade, isso passou da hora de ser tratado como normal. Nós vivemos neste mundo, está na hora de respeitar todos de forma igual.

      Eu, por exemplo, gostei realmente do jogo. Quando recebi para fazer a avaliação virei, no final de semana, peguei o jogo 11 da manhã com a meta de parar 5 da tarde. Joguei até às 6 da manhã do outro dia, fui puxado para dentro da trama. Ou seja, ela me chamou atenção…eu vi ela de uma forma diferente que a sua, por exemplo.

      Mas, infelizmente, eu e você neste grande meio temos uma parcela de pensamentos diferentes do que está acontecendo. Acompanhando tags nas redes sociais muitas vezes vi comentários negativos justamente por conta da temática envolvendo as personagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here