-publicidade-

SUPER SEDUCER | Algo está muito errado…

O game coloca o jogador na pele de um sedutor, que supostamente ensinará a "arte do xaveco"

Imagine o cenário: um canastrão misógino com pinta de galã, ao lado de duas modelos maravilhosas e trilhas sonoras que parecem ter saído de um filme pornô. Esse é Super Seducer, o polêmico jogo “estrelado” por Richard la Ruina, “especialista em sedução”, se é que podemos assim dizer.

Como dito na descrição da Steam, Super Seducer ensinará aos seus jogadores a atrair mulheres de forma mais fácil, a partir de simulações bastante forçadas em que o protagonista encara belas mulheres. E você ficou curioso para saber o que achamos desse jogo incomum? Fica de olho então em mais uma crítica do Jornada Geek!

Como é o jogo?

Super Seducer tem uma premissa muito simples: você é apresentado a uma situação – um café, uma abordagem em um bar, na pista de dança, etc. – onde deve escolher um limitado número de possibilidades de se aproximar e conversar com mulheres. E aí aparece de tudo: assuntos pessoais, testes “psicológicos”, elogios, piadas sem graça, etc. Aparecem também possibilidades inusitadas e pouco éticas, indo desde a masturbação na frente das personagens, contato físico sem consentimento, e por aí vai…

Essas escolhas, limitadas por si só, mostram o quão vazio o jogo consegue ser, tentando estipular uma fórmula ou caminho para que a conquista se concretize. A ideia até poderia ser interessante se pensasse em outras tantas hipóteses. Porém, o jogador é limitado a questões banais e muito fúteis. Não me levem a mal, mas autenticidade pesa demais nessas coisas, e aí o senhor la Ruina não foi nada feliz…

Super Seducer
Foto: Divulgação

Fórmula pra sedução?

- publicidade-

Antes de mais nada, me desculpe Richard la Ruina, mas as coisas não funcionam assim. Tudo bem, podem existir tópicos a serem mais discutidos ou abordagens mais simpáticas, mas pera lá. Acreditar que há uma fórmula ou um roteiro é algo um tanto forçado. Mais exagerado ainda é o iludido jogador acreditar que pode ser uma máquina de sedução ao se transformar em um galã de pornochanchada. Desculpe, mas não dá.

Richard la Ruina acredita piamente que certas opções absurdas podem ajudar aos jogadores com dificuldades em se socializar a se dar um pouco melhorar nas interações. Será? Sinceramente, creio que não. O jogo disponibiliza opções absurdas onde você pode falar do seu “negócio”, ou até mesmo “se tocar” na frente da paquera virtual. Tudo bem, ele não aprova isso, como os vídeos mostram, mas essas opções não deveriam ser cogitadas. Caso você pense em uma dessas hipóteses, procure por tratamento JÁ!

Super Seducer
Foto: Divulgação

Misoginia é pouco

- publicidade -

O protagonista é de fato um cara bem apessoado. Mas e daí? Se ele deseja passar a ideia de que pessoas tímidas podem se dar bem, fez de um jeito completamente errado. Pior ainda, misógino. Em meio a fotos com várias mulheres o cercando, é de doer ver e ouvir os “conselhos” do personal love ou relationship coach (se é que isso existe, mas não duvido) em uma cama e com duas modelos de lingerie fazendo caras e bocas, claramente objetificando o sexo oposto.

Enquanto o mundo todo discute questões de igualdade de gênero, la Ruina parece ainda se achar um macho alfa indo a caça. E pior, acha que os jogadores devem fazer o mesmo. O protagonista inclusive tem opções de se fingir de cego ou mentir de variadas formas para atingir seus objetivos. Longe de querer ser hipócrita, mas “que exemplo”!

Super Seducer
Foto: Divulgação

Pior ainda foi querer lançar o jogo próximo ao Dia Internacional da Mulher, sendo um piada de muito mau gosto ou mero infortúnio, não se sabe ao certo. Porém, por conta de seu conteúdo duvidoso, o jogo foi cancelado pela Sony em cima da hora, estando de fora do PlayStation 4. Aliás, Super Seducer tem recebido uma série de críticas da mídia especializada por conta do seu conteúdo exagerado e de péssimo gosto. Nada mais justo.

Veredito

Em Super Seducer, você não aprenderá nada além de uma ou outra piadinha engraçada para utilizar em flertes cotidianos. Enquanto jogo, pode até ser bem filmado, mas não é bem fluido: as atuações são meio forçadas, as dicas de la Ruina são limitadas e em termos práticos o jogo pouco ensina.

Não há fórmula para a sedução. Podem haver meios de se ter um clima mais agradável, bem como assuntos a serem tocados, mas, nunca se esqueçam uma delas: quando um não quer, dois não brigam. Ou seja, não adianta você ser simpático, ou até mesmo lindo, se a outra pessoa não desejar levar a conversa adiante. Richard la Ruina em alguns momentos força a barra e não considera o fim da conversa como solução, afinal de contas, ele alega que não há como perder neste jogo. Ah, la Ruina… A vida real está muito longe de ser assim.

- publicidade -

As mulheres, expostas como objetos em suas dicas já dão a entender o fracasso do jogo, que peca nas limitações dos diálogos e na futilidade envolvida nos flertes. O mundo gamer já é machista o suficiente para ser exposto a mais esse título. Super Seducer é um show de bizarrices com belas mulheres, ideias muito fracas e um Ashton Kutcher de quinta categoria.

Nota Ruim

Desenvolvido pelo estúdio indie Fair Play LabsSuper Seducer está disponível somente em formato digital por R$ 26,89, via Steam. O game, cancelado pela para PlayStation 4 às vésperas de seu lançamento, conta com a nota 35 no Metacritic, mostrando como a crítica especializada foi contra a ideia.

*Cópia fornecida pela desenvolvedora.

-publicidade-

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

545,305FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
20SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,482SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: SUPER SEDUCER | Algo está muito errado...

Últimas Postagens

Creed 3 será dirigido por Michael B. Jordan

Com o seu desenvolvimento já confirmado anteriormente, agora o filme Creed 3 aos poucos vai ganhando novidades importantes. E entre elas, a mais recente...

TOP 10: Os filmes originais mais populares da Netflix

Com o seu catálogo cada vez mais recheado por projetos originais, a Netflix vem ao longo dos últimos meses destacando cada vez mais os...

A Maldição | 8 Livros de terror que poderiam inspirar a nova temporada

Dois anos após o lançamento de A Maldição da Residência Hill, a série antológica da Netflix voltou a ser destaque por conta do seu...

Mega Tubarão 2 | Ben Wheatley será o diretor do filme

Com o seu desenvolvimento já apontado anteriormente, agora o filme Mega Tubarão 2 voltou a ganhar novidades. E como já era esperado, a mais...

Soul | Disney+ divulga novo trailer dublado da animação da Pixar

Após ter sido adiado algumas vezes ao longo dos últimos meses, a animação Soul, produzida pela Pixar, está caminhando agora para o seu lançamento já confirmado...

Battlestar Galactica ganhará filme escrito e produzido por Simon Kinberg

Começando a ganhar destaque na mídia novamente, o filme de Battlestar Galactica é alvo de novidades. E assim, agora a mais recente envolve a...

Mindhunter 3ª temporada não deve acontecer, indica David Fincher

Meses após o lançamento da sua 2ª temporada, a série Mindhunter voltou a ganhar novidades sobre o seu futuro. Contudo, a mais recente delas não é...

Superman & Lois | Stacey Farber viverá uma das vilãs da série

Após ter o seu desenvolvimento confirmado há algumas semanas, a série Superman & Lois aos poucos continua ganhando algumas novidades. E com a estreia marcada...