Sniper Ghost Warrior não é uma franquia muito conhecida no Brasil. Talvez por serem games bastante nichados, já que são FPSs focados essencialmente no papel de um atirador de elite, eles não decolaram por aqui. Mas isso não impediu a CI Games de tratar o Brasil como um público-alvo de seus jogos. Sniper Ghost Warrior 3, lançado em abril de 2017, já havia chegado à nós com legendas em português, e agora o novo título da franquia, Sniper Ghost Warrior Contracts, dá sequência à essa tradição.

Mas o que se trata o novo game? SGW Contracts é um spin-off, ou seja, independe do conhecimento de títulos anteriores para se entender a história. Na verdade, a proposta de se cumprir contratos – e não seguir em uma história linear como nos games anteriores – fez até mais sentido, e toda a composição do game agradou mais do que o antecessor. Quer saber as razões? Limpe seu rifle, é hora de mais uma análise do Jornada Geek!

Atirador,  fantasma ou guerreiro. Você escolhe o caminho!

Assim como o nome que batiza a franquia, o estilo de jogo que a CI Games trouxe para Sniper Ghost Warrior Contracts combina com a proposta de gameplay. No título você é o Caçador, um cara que usa uma máscara marota, cheia dos gadgets, encarregado de matar quem o seu contratante quiser pelo Leste Europeu. O título é basicamente um HITMAN, só que com fases mais amplas, mas menos opções na hora H.

Explico: a “história” do jogo é dividida em cinco mapas. O jogador só avança ao concluir os cinco contratos principais, como roubar algum documento, matar alguns criminosos, sabotar alguma instalação, e afins. Os objetivos não chegam a ser variados, mas acho que o objetivo era justamente esse. Simplificar em prol da diversão. Deu certo.

Sniper Ghost Warrior Contracts
É possível ser um assassino silencioso em Sniper Ghost Warrior Contracts (Foto: Divulgação)

Sniper Ghost Warrior Contracts aprimora aquilo que já vimos em SGW 3, o primeiro título da franquia para esta geração. A gama de personalização de armas e acessórios é enorme, a árvore de habilidades funciona bem e é possível moldar o personagem de acordo com a característica que mais te agrada (sniper, ghost ou warrior). Se você é do tipo que prefere o combate à distância, pode adquirir armas com alcance maior, balas com maior capacidade de perfuração e que não são afetadas pelo clima do jogo.

Isso já vem desde o inicio da franquia, é verdade, É um realismo que o jogador consegue perceber mais fácil do que em FPSs mais tradicionais, como Battlefield e Call of Duty. Ao mirar, é possível regular a arma para a distância do alvo, bem como compreender os efeitos do vento. É algo fácil de ser dominado e bem intuitivo.

Sniper Ghost Warrior Contracts
O vento e a chuva interferem diretamente na precisão dos tiros (Foto: Divulgação)

Além dos contratos, há algo a ser feito?

Bom, essa é a pergunta que muitos jogadores atualmente se fazem. O que fazer no endgame? Sniper Ghost Warrior Contracts não oferece muitas opções. Ao terminar os cinco mapas da história principal, o jogador pode cumprir alguns poucos contratos secundários e encontrar os colecionáveis. Nada além disso. Não há modo online, e não há atualizações de conteúdo previstas até aqui. Ou seja, acabou é tchau e bença.

No entanto, isso não quer dizer que você deva passar batido. Contracts oferece um bom tempo de diversão. Eu demorei cerca de 2 horas para cumprir os contratos principais de cada mapa, mas não tive muita disposição para ir atrás dos colecionáveis. Segundo o HowLongToBeat, o título possuí cerca de 36 horas de gameplay para quem quer fazer tudo, mas 11 horas para a linha principal e os extras. Quase o que eu gastei para terminá-lo.

Sniper Ghost Warrior Contracts
Explorar os grandes mapas pode levar algum bom tempo (Foto: Divulgação)

Tecnicamente excepcional

Sniper Ghost Warrior Contracts também merece uma atenção especial ao citarmos a parte gráfica. O título é incrivelmente bonito e até os detalhes dos NPCs foram bem trabalhados. Efeitos de iluminação, pôr-do-sol, neve e elementos naturais são um show à parte, que merecem destaque.

Há ainda um bom trabalho na parte sonora, e eu recomendo muito jogá-lo utilizando fones de ouvido 7.1, para uma maior imersão no gameplay. É muito gratificante, por exemplo, estar escondido na mata e escutar um inimigo se aproximando por trás, ou mesmo prestar atenção no bate-papo deles (em inglês), não fazendo ideia do que está acontecendo. É algo que faz uma diferença grande nesse tipo de jogo. 

Sniper Ghost Warrior Contracts
Killcams são uma atração a parte (Foto: Divulgação)

Veredito

É difícil não recomendar Sniper Ghost Warrior Contracts. Todo o trabalho de imersão feito pela desenvolvedora para colocar o jogador na pele de um atirador de elite merece ser ressaltado, e o gameplay é bem divertido nesse caso. As killcams são uma atração a parte ao acertar um headshot, principalmente em longas distâncias, e a ambientação é perfeita. Pesa contra a curta duração, mas isso chega a ser um grande problema, visto que o título não tem um “preço cheio” e é tratado como uma produção independente.

Sniper Ghost Warrior Contracts | A melhor experiência da franquia 1

Sniper Ghost Warrior Contracts está disponível para PlayStation 4 por R$ 149,90, para Xbox One por R$ 179,95 e para PC, via Steam e GOG.com, por R$ 69,99. No Metacritic, o título conta com a avaliação média de 65 pontos.

*Review elaborado usando a versão de PS4 do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.