PlayerUnknown’s Battlegrounds | Lute, sobreviva e vença

Título demora, mas enfim é lançado para PS4

publicidade:

Bluehole, a PUBG Corporation e a Sony trouxeram ao PlayStation 4 no último dia 7 de dezembro PlayerUnknown’s Battlegrounds. O título, lançado originalmente para para PC, via Steam, também já estava disponível para Xbox One desde setembro deste ano e, desde seu lançamento original, está recebendo melhorias em sua jogabilidade e conteúdos gratuitos. A versão que chega ao PS4 é a mais atual.

PUBG foi responsável por popularizar o grandioso gênero Battle Royale, que abriu caminho para vários títulos do estilo. Como sendo o primeiro dos grandes, teve a missão de se superar cada vez mais para manter sua popularidade, mesmo que agora estejamos vendo títulos como Fortnite chegarem ao trono. Buscando a sua retomada, PlayerUnknown’s Battlegrounds chega ao PS4 juntamente com um mapa novo. E há potencial para conseguir dar a volta por cima? Coloque seu paraquedas e pule para a ação com mais uma crítica do Jornada Geek

O pai do battle royale

Desde sua chegada para computadores, PUBG sempre chamou sua atenção para sua jogabilidade, que misturava uma movimentação realista com combates frenéticos. O gênero battle royale proporciona uma sensação de tensão em cada ação do jogador, principalmente quando caímos no mapa. Quando misturamos sua jogabilidade única com a adrenalina da partida, temos a caracterização perfeita do game. 

A cada conflito que o jogador enfrenta, a sensação de tensão volta, e aumenta cada vez mais quando o número de jogadores vivos diminui. E é aí que chegamos no ponto principal, cada partida é uma nova e única história!

PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS
Foto: Divulgação

Por mais que a adrenalina seja sentida da mesma forma, somos expostos a situações diferentes, e agimos de formas diferentes, fazendo que cada jogatina, consequentemente, seja diferente. Gerando assim, uma vontade de querer jogar de novo e de novo, algo extremamente viciante. 

A persistência é o caminho da vitória 

Isso tudo temos no melhor dos casos, pois a jogabilidade requer muita precisão do jogador, sendo pouca convidativa até para familiarizados com games FPS, e por ter controles um pouco confusos. A movimentação do personagem tem animações longas e visualmente realistas, algo que se distancia de títulos convencionais, e que é bacana quando vemos, mas em algumas situações pode ser uma pedra no sapato.

PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS
Foto: Divulgação

Isso tudo sem falar nos bugs e problemas de desempenho. O game sempre sofreu por perturbações do gênero, apesar de ser um jogo bonito graficamente, é muito mal polido em sua otimização, com problemas na “draw distance” e renderização que afetam diretamente na jogabilidade em alguns momentos. 

O belo mal arrumado

Falando nos gráficos, o título, no PlayStation 4, roda na qualidade baixa. Isso pode irritar os jogadores que esperam o lindo visual visto na versão para computadores do game. Isso se dá principalmente pela limitação dos consoles de mesa e dá já comprovada falta de polimento na otimização.  

PLAYERUNKNOWN'S BATTLEGROUNDS
Foto: Divulgação

Felizmente, o visual limitado proporcionou a possibilidade da versão manter os estáveis 30 quadros por segundo, com poucas quedas, não atrapalhando nesse quesito, a jogatina. Algo de extrema importância quando falamos de um game competitivo, a estabilidade é essencial. 

Veredito 

O conceito de PlayerUnknown’s Battlegrounds é simples e depois de algumas partidas você já está dominando todas suas mecânicas. Por mais que seja sua simplicidade, é um título muito viciante e divertido na maioria das vezes. Sem dúvidas, estressante em alguns momentos, devido sua jogabilidade que requer precisão do jogador e problemas técnicos. Algo que não é muito convidativo é seu preço, que é um pouco alto para um título exclusivamente multiplayer. Para medida de comparação, seu concorrente direto, Fortnite, é totalmente gratuito. Apesar de tudo, é um game muito bom!

Nota ótimo

PUBG chegou ao PS4 em três versões digitais, custando a partir de R$ 107,50. A versão de PC é encontrada por R$ 55,99 na Steam, enquanto a de Xbox One sai por R$ 129,00 na Microsoft Store. No Metacritic, o título teve média de 72 pontos na versão avaliada.

*Review elaborado usando a versão de PS4 do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.