-publicidade-

NBA LIVE 19 | Diversão sem imersão

EA aposta em estilo arcade, mais focado em diversão do que na simulação

Assim como o futebol, o basquete é um esporte que voltou a trazer, desde o ano passado, duas grandes produções para disputar a preferências dos gamers mundo afora: as franquias NBA 2K e o NBA Live, este último, desenvolvido pela Electronic Arts. Depois de receber duras críticas em suas últimas edições, ficando inclusive algum tempo fora do mercado, a empresa deu uma repaginada na edição 18 e agora lança NBA Live 19, com a mesma base da edição passada, dando um foco quase que exclusivo no The One, o modo história da franquia, em que o avatar criado pelo jogador pode ser utilizado em vários seguimentos dentro deste modo.

E será que isso é suficiente para agradar a base de fãs, ou o lançamento foi apenas para cumprir tabela? Veja nossa opinião sobre o game, em mais um review do Jornada Geek!

Os pontos chaves

Sem dúvida alguma não é intenção da Electronic Arts entrar em rota de colisão com a 2K no mercado de jogos de basquete, mas sim, apresentar aos jogadores alternativas para evitar a mesmice. E, por isso, NBA Live 19 oferece diversas formas de se divertir dentro de um mesmo modo.

Como dito acima, o maior foco do game é no The One, em que conseguimos utilizar o avatar criado tanto como profissional na principal liga de basquete do mundo, quanto nas principais ligas amadoras dos EUA, como a Drew League e a Rucker Park. Apesar de isso já ter sido apresentado na edição passada, agora o usuário consegue evoluir mais, mesmo jogando off-line.

Uma grande novidade é a inclusão das jogadoras da WNBA no modo The One, podendo utilizá-las como avatar e compondo times mistos. Candance Parker entre outras feras não ficarão mais limitadas a partidas somente dentro do modo de basquete feminino, que já foi apresentado na edição passada. É bom ressaltar que a EA Sports tem sido pioneira em incluir mulheres em seus jogos, já que elas fazem parte do FIFA, desde a edição 16.

- publicidade-

NBA Live 19
A liga feminina de basquete da NBA marca presença no game mais uma vez (Foto: Divulgação)

Em quadra, o jogo muda

NBA Live 19 tem lá seus problemas de jogabilidade, o que acaba sendo bem chato para quem tem o controle. Para começar, o tempo de resposta de uma jogada é visivelmente mais lento, prejudicando um pouco movimentos de habilidade. Outro ponto negativo é que a evolução de seu avatar se dá como menos dificuldade, sendo que em pouco tempo de jogo, é possível atingir um nível altíssimo.

Ou seja, o desenvolvimento tão rápido não obriga ao usuário desenvolver tão bem suas habilidades, podendo-se chegar a Icon – o estágio mais avançado – sem ser de fato tão bom, muitas vezes se aproveitando de outros craques do seu time no modo Around the World, on-line. O que não acontece, por exemplo, em jogos de futebol, em que só se atinge divisões superiores sendo realmente excelente, dependendo somente de si mesmo.

- publicidade -

NBA Live 19
Mo Bamba, um dos melhores novatos do NBA Draft 2018 (Foto: Divulgação)

Os gráficos apresentaram uma melhora sensível, mas é um dos pontos em que os desenvolvedores poderiam investir. Os traços dos jogadores reais carecem de algum capricho para se atingir um nível de excelência superior, ou ao menos do mesmo nível, de seu concorrente. Entretanto, as quadras “Street” são o ponto alto, inclusive uma no morro Dona Marta no Rio de Janeiro, que carrega uma atmosfera excepcional de realidade. Grande sacada!

Os modos Ultimate Team e Franchise acabam ficando em segundo plano em NBA Live 19. Justamente pelo investimento no The One ter sido tão bem trabalhado para ser o carro chefe, esses modos foram relegados a estar ali apenas para espantar o tédio depois que o usuário ter se fartado em todas as alternativas que o modo principal oferece. Quem adquire o novo NBA Live o faz pela possibilidade de interação entre o profissional e o amador de seu avatar.

NBA Live 19
NBA Live 19 tem até uma quadra em uma favela carioca. (Foto: Divulgação)

Veredito

NBA Live 19 é um jogo de arcade mesmo, que diverte de forma satisfatória, mas não oferece uma imersão absoluta quanto seu principal concorrente. Porém, conta com uma arma poderosa contra o tédio, e pode fazer com que o jogador tenha muitas opções para manter o jogo instalado.

Nota bom

- publicidade -

NBA Live 19 está disponível por R$ 239,00 na Microsoft Store e R$ 239,90 na PlayStation Store, sendo que mídias físicas estão disponíveis no varejo para ambas as plataformas. No Metacritic, a versão avaliada ficou com média de 74 pontos.

*Review elaborado usando a versão de PS4 do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.

-publicidade-

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

543,230FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
20SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,475SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: NBA LIVE 19 | Diversão sem imersão

Últimas Postagens

Noelle | Conheça o filme de natal do Disney+ com Anna Kendrick

Com o seu lançamento já tendo acontecido há algum tempo nos EUA, o filme Noelle chegou recentemente ao catálogo do Disney+ no Brasil. E...

The Mandalorian | Série revela o verdadeiro nome e história do Baby Yoda

Atualmente já tendo exibido mais da metade da sua 2ª temporada, a série The Mandalorian segue em alta na mídia por conta do lançamentos...

Vozes | Conheça o novo filme de terror da Netflix

Com o seu desenvolvimento já confirmado há algum tempo, o filme Vozes foi recentemente lançado pela Netflix. E assim, agora reunimos abaixo alguns dos...

Virgin River | Série da Netflix ganhará 3ª temporada? Confira o que sabemos

Com o seu desenvolvimento confirmado há alguns meses, a 2ª temporada da série Virgin River foi recentemente lançada pela Netflix. E claro, aos poucos...

The Mandalorian | Quem é Ahsoka Tano? A história da personagem que apareceu na série

Atualmente já disponível no Brasil como parte do catálogo do Disney+, a série The Mandalorian segue se destacando cada vez mais diante do público....