-publicidade-

Mutant Year Zero: Road to Eden | Sobreviva em um mundo insano

Não há nada de extraordinário, mas o conjunto da obra cativa aos jogadores

Mundos caóticos, pós-apocalípticos e afins sempre me chamaram muito a atenção. Desde filmes como Mad Max a jogos como as franquias Fallout e Metro, sempre achei a temática interessantíssima para se analisar a sociedade. Em Mutant Year Zero: Road to Eden, desenvolvido pela The Bearded Ladies e publicado pela Funcom, a temática é muito bem abordada em uma mistura de exploração em visão isométrica e estratégia em turnos, algo bem ousado, diga-se de passagem.

Mas como em todo jogo relativamente pouco divulgado, ficamos céticos quanto a sua qualidade, não é mesmo? Mas eu tentarei trazer os principais pontos em mais uma crítica aqui, no Jornada Geek!

Mutantes em um mundo quase inabitado

Logo de cara, Mutant Year Zero: Road to Eden vai nos introduzindo em sua trama. Iniciamos com dois personagens bastante simpáticos: o pato Dux e Bormin, uma espécie de javali. Sim, eles são os tais mutantes, e existem outros tantos que podem ingressar na equipe, que pode ter apenas 3 elementos. Esses dois personagens nos levam para uma espécie de cidade montada sobre uma plataforma, onde humanos e mutantes se aglomeram para buscar sobreviver em um mundo onde já não há muitas escolhas. Um mundo que a própria desenvolvedora diz ser “pós-humano”, com várias espécies lutando pela sobrevivência.

A história merece a devida atenção, mas não darei nenhum spoiler. Aliás, atentem-se a certos detalhes, pois eles tornam em algo ainda mais bacana. O que talvez eu adiantaria (e está no título do jogo) é a busca pelo tal Éden, um lugar onde humanos e mutantes vivem em harmonia.

Mutant Year Zero
Parte dos personagens do jogo (Foto: Divulgação)

- publicidade-

O esquema de RPG é presente no jogo, onde podemos mudar armaduras, adicionar habilidades conforme subimos níveis, etc. Não há nada de extraordinário na jogabilidade, mas ele se propõe bem ao que faz, e traz consigo bons desafios. Eu, que não sou nenhuma sumidade em títulos de estratégia em turnos, me diverti bastante.

O jogo tem piadas engraçadas com itens que já foram comuns ao nosso cotidiano: as boom-boxes, por exemplo, são vistas por um dos mutantes como uma provável bomba. E a cada objeto encontrado, para adquirir pontos para trocar na cidade, uma observação engraçada é feita.

Mutant Year Zero: Road to Eden
Os gráficos são bonitos no game da The Bearded Ladies (Foto: Divulgação)

Gráficos, jogabilidade e tudo mais

- publicidade -

Pois bem, temas que pegam constantemente os jogos, os gráficos e a jogabilidade de Mutant Year Zero: Road to Eden não deixam a desejar. Lembrando demais XCOM no quesito gameplay, as diferenças ficam nas habilidades e personagens. E isso está longe de ser ruim. Já os gráficos são bem bonitos e os mapas até que são extensos e bem trabalhados. Um ponto interessante a ser ressaltado é a possibilidade de se explodir paredes, deixando uma horda de inimigos sem cobertura, por exemplo. Por si só, esse pequeno detalhe já fez uma diferença danada nas minhas estratégias. O jogo pede um pouco de stealth, mas eu gosto mesmo é do caos.

Ao longo da jornada, você pode ir encontrando outros personagens com características especiais, algo também nada novo no gênero. Há uma coisa interessante no uso dos itens, pois eles não são tão comuns de serem achados. Ou seja, você terá que ralar um pouco para conseguir uma granada ou aquela arma mais marota e com maior alcance e dano. Isso deixa a aventura ainda mais divertida – e difícil. Morri várias vezes e executei várias vezes o famigerado save scum (voltar a um jogo gravado a cada erro). Mas faz parte da curva de aprendizado, que é relativamente tranquila.

Mutant Year Zero: Road to Eden
Estratégia é tudo em Mutant Year Zero: Road to Eden. (Foto: Divulgação)

Veredito

Sinceramente, não há muito a ser criticado em Mutant Year Zero: Road to Eden. Minha experiência foi tranquila, sem nenhum bug. Talvez o único “problema” que eu tenha tido foi a minha falta de habilidade para gerir as melhores estratégias ou em ter o azar de levar danos absurdos em tiros quase impossíveis (malditos sistemas de danos e probabilidades!). Mas nada fora do normal. Era bom pra ficar (ou tentar ficar) cada vez mais esperto, escolhendo as melhores estratégias e não jogando a equipe toda no meio do tiroteio (algo que acontecia.

No geral, o jogo não apresenta nada de extraordinário, é verdade. Mas o conjunto da obra cativa aos jogadores mais detalhistas. Se não levarmos em consideração um aspecto como a história, o título já será ótimo. Mas ela faz uma boa diferença, bem como os trejeitos de cada personagem. A trama conta com 12 boas horas de diversão e desafios, algo relativamente positivo para títulos atuais. Poderia ter mais? Poderia, claro, mas já está de bom tamanho para um jogo de orçamento médio.

Nota ótimo

- publicidade -

Mutant Year Zero: Road to Eden foi lançado no dia 4 de dezembro para Xbox One, PC, via Steam, e PlayStation 4 e avaliado com 78 pontos na versão que utilizamos na review. O título ainda faturou uma série de prêmios em 2018.

*Review elaborado usando a versão de PC do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.

-publicidade-

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

543,092FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
20SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,466SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: Mutant Year Zero: Road to Eden | Sobreviva em um mundo insano

Últimas Postagens

Lupin | Assista ao trailer da nova série da Netflix

Com o seu desenvolvimento já anunciado ao lado do lançamento previsto para 2021, agora a série francesa Lupin, que será estrelada por Omar Sy,...

Destemida | Conheça o novo filme da Netflix

Com o seu desenvolvimento anunciado há algum tempo, o filme Destemida chegou recentemente ao catálogo da Netflix como um dos seus lançamentos para dezembro....

Novidades no Amazon Prime: Confira a lista com as estreias de dezembro

Com o mês de novembro já tendo chegado ao final, o serviço de streaming Amazon Prime Vídeo aproveitou para revelar suas novidades para as...

Nancy Drew | Assista ao teaser trailer da 2ª temporada

Com a sua estreia atualmente já definida para acontecer em janeiro, a 2ª temporada da série Nancy Drew voltou a ganhar novidades recentemente. E...

Van Helsing | James Wan irá produzir novo filme para a Universal Pictures

Mesmo com o adiamento de diversos projetos por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19), aos poucos continuam surgindo também anúncios no mercado hollywoodiano. E entre...