Hitman 2 | O Agente 47 em seu auge

Um dos melhores jogos da franquia até aqui!

publicidade:

Que a série Hitman já é consagrada, isso a gente já sabe. O misterioso Agente 47 e sua icônica tatuagem de código de barras na nuca já foram tema de dois filmes e dez jogos que provavelmente já foram vistos e/ou jogados por você. Desde os anos 2000 a série emplaca enredos brilhantes com um estilo bem semelhante, mas nada repetitivo, onde você incorpora nosso querido assassino em missões insanas.

Em Hitman 2, lançado para PC, Xbox One e PlayStation 4, as coisas ficam ainda mais quentes e muito mais bem trabalhadas. A IO Interactive conseguiu trazer ainda mais elementos para a nossa caçada, melhorando bastante o que foi visto na versão anterior. Todos os detalhes estão disponíveis em nossa nova crítica, recheadas de aventuras de 47!

Antes de mais nada, o que há em Hitman 2?

Antes de mais nada, é interessante mostrar que o novo jogo da série trará uma DLC com as localizações do jogo anterior, mas de forma aprimorada e com algumas novidades pontuais. Nomeada de de HITMAN Legacy Pack, a DLC trará Sapienza, Paris, Marrakesh, Colorado, Bangkok e Hokkaido, ambientes presentes na versão anterior. As missões contam com novos recursos, um novo sistema de progressão, jogabilidade e gráficos aprimorados, além de uma melhor inteligência artificial. Essa DLC está disponível gratuitamente para os jogadores que possuem a primeira temporada de Hitman, seja por meio de Hitman 2, ou como uma atualização gratuita na primeira temporada.

Além disso, Hitman 2 também traz novas maneiras de se jogar o modo Sniper Assassin, um recurso autônomo que traz uma experiência cooperativa online para a série pela primeira vez, onde dois jogadores trabalham juntos para derrubar seus alvos. Há também o modo Alvo Elusivo, onde o jogo libera missões de tempos em tempos em que você terá que eliminar um determinado alvo dentro de uma das fases. Porém, há um problema: você só terá uma única chance. Cuidado! E também há outro modo multijogador, o Ghost Mode, onde o objetivo é  o de eliminar mais alvos que seu adversário em um determinado tempo.

Hitman 2
Uma das habilidades de 47, o tiro a distância, pode ser executada online. (Foto: Divulgação)

Vamos ao que interessa

Sem dar spoilers, claro, o que posso adiantar da história de Hitman 2 é que o Agente 47 segue em uma missão para conseguir derrubar o Shadow Client, dando um fim definitivo em sua milícia mundial. Há também um desejo de Diana, sua parceira, em descobrir o passado desconhecido do assassino que ela agencia. E quando 47 descobre a verdade oculta sobre seu passado, nada mais será como antes. Uma trama digna de Hollywood, não é mesmo? Não é à toa que nosso amigo careca virou filme duas vezes. Pena que esses não são tão bons quanto os jogos… Aliás, as cutscenes do jogo estão muito boas, dando um tom mais cinematográfico para a história.

Mas voltando ao jogo em si, Hitman 2 apresenta uma série de possibilidades de conseguir atingir seus objetivos, que contam pontos de experiência no final de cada missão. Você pode seguir histórias específicas, que vão sendo descobertas no decorrer do jogo, ou pode simplesmente usar e abusar das inúmeras possibilidades que o game proporciona. Isso é extremamente divertido, sobretudo se você tiver paciência o suficiente pra seguir as pequenas tramas até chegar aos seus alvos. Particularmente, tentava seguir algumas delas, mas a vontade de entrar em ação e ter um pouquinho a mais de emoção falava mais alto. Mas vamos ser sinceros, Hitman 2 é um jogo stealth e eu basicamente desonrei o nosso protagonista. Mas o que vale é a diversão, e isso o jogo trás de sobra.

Hitman 2
A dificuldade será constante em Hitman 2. (Foto: Divulgação)

Aspectos mais técnicos

Pois bem, ao falarmos de aspectos técnicos como jogabilidade e gráficos, podemos considerar o jogo como de alto nível. Os gráficos são muito bem elaborados em todos os seus aspectos, atendendo bem a demanda de realidade dos locais onde o jogo se situa. Aliás, os mapas são extremamente variados, indo de uma corrida de carros até a selva colombiana. E aqui a desenvolvedora executa um trabalho extremamente cuidadoso, desenhando mapas brilhantes e condizentes com a realidade de cada local. Ou seja, espere culturas completamente diferentes muito bem retratadas no game.

A jogabilidade… Essa nem se fala. A melhor parte do jogo está diretamente atrelada a ela. Poder circular pelos mapas e ter variadas possibilidades de executar suas ações é demais. Ouvir cada diálogo, conhecer os pontos avançados de onde os disparos podem ser feitos, possibilidades de distrair vários guardas… Isso tudo faz uma diferença absurda na hora de executar cada uma das ações. É claro, há um bug ou outro, o que é de certa maneira natural, mas nada tão exagerado. No máximo, você voltará a um ponto de salvamento, nada demais… Isso não tira a diversão de poder guiar um assassino profissional de ponta em missões extremamente desafiantes que podem levar um bom tempo. Uma centena de minutos, eu diria… Nesses aspectos que o jogo traz o seu ápice: poder executar seus alvos de inúmeras maneiras, fazendo um score das formas utilizadas, que se convertem em pontos de experiência.

Hitman 2
Nas florestas selvagens da Colômbia. (Foto: Divulgação)

Veredito

Não há como dizer que Hitman 2 é um jogo mediano. Definitivamente não. A ideia é simplesmente genial e com o passar dos anos, foi ficando cada vez mais plausível criar um universo repleto de personagens em mapas cada vez maiores e mais desafiadores. E que prazer poder chegar a essa fase! O Agente 47 está em sua melhor forma, combinando belos gráficos, uma excelente história e uma jogabilidade fácil, intuitiva e, ao mesmo tempo, desafiadora.

Nota Surpreendente

Hitman 2 foi lançado no dia 13 de novembro para PlayStation 4Xbox One e PC, via Steam, Nuuvem e Green Man Gaming. Podendo facilmente ser considerado um dos melhores jogos da franquia, ele conta com a boa média 82 no Metacritic, algo que mostra o êxito do jogo. Aliás, devemos reconhecer que uma empreitada como essa não é fácil. E isso é possível de se observar nos múltiplos enredos ocorridos dentro de cada missão, na inteligência de cada personagem ali inserido, num contexto de multidões. A IO Interactive foi bastante ousada nesse aspecto, melhorando o que havia sido observado em Hitman, de 2016.

*Review elaborado usando a versão de PS4 do jogo. Cópia fornecida pela desenvolvedora.

publicidade: