-publicidade-

Castlevania Requiem | Dois grandes jogos, uma grande franquia

São dois jogos que valem a pena ser jogados, agora e sempre!

A série Castlevania, da Konami, é uma das maiores joias da história dos videogames, com dezenas de jogos bem-sucedidos e cultuados lançados em mais de 30 anos de história, desde o clássico NES. Colocando uma grande gama de protagonistas contra o Conde Drácula e seus servos, a série passou por diversas transformações de lá para cá, investindo em títulos com movimentação 3D e gráficos avançados nas últimas gerações de consoles.

No entanto, alguns fãs sentem falta do gameplay clássico e estilo artístico dos Castlevanias mais antigos. Se você é um desses fãs, fique contente, pois a desenvolvedora lançou uma coleção de dois dos títulos mais aclamados de toda a franquia para PlayStation 4: Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood, que traz os incríveis jogos homônimos Rondo of Blood, lançado em 1993, e Symphony of the Night, de 1997. Confira agora, no Jornada Geek, as impressões sobre essa compilação magnífica!

Tempos mais simples

O primeiro título da compilação, Rondo of Blood, lançado originalmente para o PC Engine, conta a história de Richter Belmont, um dos descendentes da família que caça o maior dos vampiros desde tempos antigos. Armado com um chicote e uma seleção de sub-armas, o protagonista deve navegar por diversos estágios, enfrentando inimigos, chefes e resgatando quatro donzelas sequestradas por Drácula. Uma delas, a garota Maria, se torna uma segunda personagem jogável, com habilidades mágicas e ataques com projéteis, mas menos vida do que Richter. Ambos podem usar golpes especiais fortíssimos, que são baseados nos itens que estão segurando no momento.

O gameplay contém o que há de melhor nos sidescrollers, ação ininterrupta, controles com agilidade de resposta, estágios bem construídos, com vários segredos escondidos, música fantástica e uma gama enorme e variada de inimigos.

Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood
Maria se torna uma personagem jogável em Castlevania: Rondo of Blood (Foto: Divulgação)

- publicidade-

Como um atrativo a mais, Rondo of Blood conta com um sistema de “caminhos”. Ao acessar certas partes de fases o jogador pode encontrar uma passagem a outro estágio paralelo, completo com seus próprios inimigos, chefes e até mesmo uma das reféns que precisam ser salvas e que impactam o que acontece no final do jogo. Esse recurso quebra a linearidade comum dos sidescrollers e faz com que a capacidade de replay seja elevada, estimulando o usuário a jogar várias vezes até obter todos os caminhos e finais.

Rondo of Blood se firma, até hoje, como um grande jogo. Como o PC Engine nunca foi um videogame muito popular no ocidente, e o único remake do título foi uma versão com gráficos melhorados no PSP, essa pode ser a primeira vez que fãs podem curtir a experiência do original em um console. Oportunidade imperdível!

Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood
Game traz filtros que podem ser aplicados no gameplay (Foto: Divulgação)

Um divisor de águas

- publicidade -

O outro jogo disponibilizado na coletânea é o já conhecido Symphony of the Night, lançado originalmente para PlayStation 1. Aclamado mundialmente e reconhecido por muitos admiradores como o melhor Castlevania já criado, a narrativa se passa cinco anos depois de Rondo of Blood, e tem como protagonista o próprio filho de Drácula, Alucard. O herói desperta de seu sono para investigar o retorno do castelo de seu pai e o desaparecimento de Richter, protagonista do jogo anterior, que, juntamente com Maria, volta para participar da história. Ambos são jogáveis, se certas condições forem cumpridas pelo jogador.

Symphony of the Night se mostra um jogo inesquecível já em seu início. O gameplay, mesmo que ainda englobe elementos dos títulos anteriores, é totalmente expandido. Diferente dos personagens de jogos anteriores, que possuíam apenas uma arma primária e algumas sub-armas, Alucard pode equipar diversos tipos de armamentos de ataque e defesa, além de ter acesso a diferentes transformações, magias e “familiares”, criaturas mágicas que o ajudam em luta.  A versão disponibilizada na coletânea é a mesma do PSP, então o jogo conta com algumas mudanças em relação ao original, como diálogos refeitos e um novo chefe. Um problema é que o console portátil possui menos botões que o controle de PS4, o que significa que certos botões que poderiam ser empregados para uso fácil de habilidades não podem ser utilizados.

Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood
Castlevania: Symphony of the Night é um clássico! (Foto: Divulgação)

Não é só o protagonista que ganhou mais complexidade. O jogo passou de um sidescroller separado por estágios para uma experiência muito maior. É possível navegar por todo o castelo de forma livre, não estando restrito a caminhos sem volta, mesmo que uma certa ordem em que os lugares são visitados seja obrigatória. Hoje em dia, pode ser comum encontrar tal tipo de jogabilidade, com os jogos de mundo aberto, mas na época, e para a série, foi uma verdadeira revolução, que consolidou uma nova era para os títulos da franquia.

Symphony of the Night é um título que vai ser sempre importante para a história dos videogames, merece ser jogado muitas vezes e oferece muitas horas de diversão com as centenas de itens e habilidades para coletar, além da imensidão nunca antes vista do castelo de Drácula, totalmente possível de ser explorada.

Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood
Game traz gráficos um pouco melhores em relação à Rondo of Blood (Foto: DIvulgação)

Veredito

- publicidade -

Castlevania Requiem traz dois dos melhores jogos de uma franquia conhecida por jogos de qualidade. Com a possibilidade de se escolher entre um sidescroller convencional ou uma experiência mais complexa sem perder o charme dos gráficos, música e da arte magnífica que é uma das assinaturas da série. Fãs da série, ou até mesmo pessoas que nunca experimentaram um título da franquia tem a garantia de se divertirem. São jogos que valem a pena ser jogados, agora e sempre.

Nota Surpreendente

Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood está disponível exclusivamente para PlayStation 4, em formato digital, por R$ 61,50. No Metacritic, a coletânea alcançou a média de 74 pontos.

*Cópia fornecida pela desenvolvedora.

-publicidade-

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

543,188FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
20SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,474SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: Castlevania Requiem | Dois grandes jogos, uma grande franquia

Últimas Postagens

Maldivas | Netflix anuncia nova série com Bruna Marquezine e Manu Gavassi

Trabalhando constantemente no desenvolvimento de novos projetos, a Netflix segue aos poucos realizando alguns anúncios. E entre eles, o mais recente trata-se da série...

Disney+ | Os filmes e séries que serão lançados no Brasil em dezembro

Como já estamos acostumados, aos os serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime e Globoplay geralmente revelam a sua lista de lançamentos antes do...

Utopia | Série é cancelada pela Amazon Prime após a 1ª temporada

Com o seu lançamento tendo acontecido no final de outubro no Brasil, a série Utopia voltou recentemente a ganhar novidades. E desta vez, o...

A Fera | Conheça o filme que está liderando os destaques da Netflix

Trabalhando constantemente na expansão do seu catálogo, a Netflix segue realizando lançamentos semanais e apresentado destaques ao seu público. O mais recente deles foi...

Um Natal Nada Normal | Conheça a nova minissérie alemã da Netflix

Com o seu desenvolvimento já anunciado há algum tempo, a minissérie alemã Um Natal Nada Normal foi lançada recentemente pela Netflix. E assim, agora...