-publicidade-

The Witcher 1ª temporada | Pipoca e Netflix

Nova temporada deve ser lançada somente em 2021.

série The Witcher
Divulgação

Com a sua saga literária iniciada originalmente em 1992, o título The Witcher é mais um exemplo de trama que demorou para encontrar um grande espaço na mídia. As traduções e lançamentos no Brasil, por exemplo, foram iniciadas somente em 2012.

No tempo em questão já haviam sido lançados diversos contos e livros sobre a história do bruxo Geralt de Rívia, que por sua vez também já era responsável por iniciar os seus passos nos games. O mais famoso deles, e recente, e o conhecido The Witcher III: Wild Hunt.

Entretanto, ainda faltava algo mais até cerca de 2 anos atrás. Na época, a Netflix anunciou então que iria trabalhar no desenvolvimento de uma série baseada nos livros escritos por Andrzej Sapkowski, abrindo assim espaço para um maior número de interessados e criando uma verdadeira expectativa em torno do projeto, que logo teve Henry Cavill (Liga da Justiça, O Homem de Aço) confirmado como intérprete do seu protagonista. E assim, meses depois de muito trabalho, The Witcher fez a sua estreia na plataforma.

Ambientada em um universo conhecido como o Continente, a trama da série The Witcher acompanha as trajetórias do Bruxo Geralt de Rívia, da princesa Cirilla de Cintra, e da maga do caos conhecida como Yennefer de Vengerberg. Com focos distintos em cada uma das suas histórias em momentos diferentes, eles passam por situações de aventuras e ameaças, enquanto aos poucos o destino vai sendo responsável por unir suas histórias através de encontros improváveis e outros já esperados por seus protagonistas.

Um dos pontos mais batidos durante algumas semanas antes do lançamento de The Witcher, e que merece ser ressaltado antes de falarmos sobre a temporada, é que a série tem como foco a adaptação dos livros. Entretanto, isso não quer dizer que os games estão completamente fora da temática. Mesmo que não tenham histórias presentes na trama, algumas pequenas referências aos mesmos são feitas durante os episódios.

 O desenvolvimento de The Witcher e suas linhas temporais

- publicidade-

Yennefer em The Witcher
Divulgação

Alvo de diversos comentários na internet, o desenvolvimento de diversas linhas temporais de The Witcher chamou atenção do público e crítica. Enquanto alguns se sentiram perdidos, outros conseguiram entender melhor o foco dos protagonistas através das suas narrativas isoladas neste início de trama.

A história de Yennefer, por exemplo, trata-se de um arco inédito para a série. Enquanto no livro apenas referências eram feitas sobre a sua origem, na série o público presenciou o seu desenvolvimento através de uma linha temporal única para a personagem.

- publicidade -

Enquanto isso, as tramas de Geralt e Cirilla (Ciri) são mais claras. A trama do bruxo é claramente uma história de evolução para o mesmo, com suas aventuras passando por diversas criaturas, mas sendo iniciada no famoso capítulo em que ele ganha o apelido de carniceiro de blaviken. Já o arco de Ciri é todo focado em seu objetivo de encontrar o bruxo, com sua avó antes de falecer deixando claro que o seu destino envolve Geralt. Algo, é claro, também explicado durante a primeira temporada, mais precisamente no episódio 1.04 e envolvendo também a citada lei da surpresa.

Os protagonistas e seus intérpretes na série

Imagem do ator Henry Cavill
Divulgação: Henry Cavill

Contudo, é válido também destacar os próprios protagonistas de The Witcher, e não apenas os seus arcos. Geralt e Yennefer acabam se destacando no desenvolvimento da série neste primeiro ano, e não apenas pela escolha dos seus intérpretes.

Embora Henry Cavill seja claramente uma excelente escolha como o responsável por dar vida ao bruxo Geralt de Rívia, incluindo o fato de não ter usado dublês nas cenas de ação, o arco do personagem, através do seu crescimento e aventuras, acaba prendendo muita atenção do espectador. Por sua vez, a escolha de Anya Chalotra como Yennefer de Vengerberg não é diferente.

Yennefer e Ciri
Divulgação

A atriz claramente se esforçou para entender sua personagem, e se entregou ao papel de forma muito necessária. Seja nos momentos de sua origem, ou já tendo passado pela suas ascensão como maga do caos, Yennefer tem um arco extremamente interessante também por conta da sua intérpretes. Já no caso de Cirilla nem tudo são flores.

- publicidade -

A princesa de Cintra é bem interpretada por Freya Allan, mas o seu arco é um dos mais tediantes da série. Os seus poderes ainda não foram bem explorados, não passam segurança ao espectador do que podem ser, além do fato de que neste momento ela apenas foge enquanto tenta encontrar Geralt. Fica aquela esperança de que no novo ano eles consigam reverter tal situação.

Por sua vez, além dos 3 protagonistas ainda temos alguns personagens que acabam chamando nossa atenção ao longo da trama. Um deles é Jaskier, o músico que acompanha Geralt e responsável por fazer canções sobre o bruxo. Apesar de inicialmente parecer insignificante, ele vai ganhando sua atenção e importância em certos pontos da trama ao lado também da rainha de Cintra e a história da sua família.

A nossa opinião sobre a 1ª temporada de The Witcher

De forma geral, The Witcher conseguiu entregar uma introdução ao seu universo de forma satisfatória. Muito se falou sobre um investimento inferior ao necessário para o desenvolvimento da série, principalmente pelos seus efeitos que não foram dos melhores em certos momentos. Contudo, é inevitável afirmar que a trama consegue prender a atenção do seu espectador mesmo sem apresentar batalhas constantes e frenéticas.

Imagem da série The Witcher
Divulgação

O arco do primeiro ano é claramente algo extremamente introdutório ao público, principalmente através dos seus personagens. Ainda assim, uma evolução clara também vai acontecendo em sua reta final. Linhas temporais vão se encontrando da forma necessária para o desenvolvimento do projeto, e já plantando situações que estão por vir através da evolução de seus personagens.

Contudo, um grande problema da série é justamente a sua narrativa temporal. Mesmo agradando alguns, como já citamos acima, ela também desagradou parte do público. O motivo? A falta de sinais que algumas histórias aconteciam em tempos diferentes. E isso, é claro, pode afetar a experiência de algumas pessoas. Ou seja, se for algo ainda a ser mostrado seria interessante ser sinalizado pela produção.

No geral, The Witcher parece ter sido aquela série que chegou realmente para ocupar o seu espaço. Pelo menos a evolução é feita para isso, e claramente com o objetivo de preparar o seu público para grandes aventuras no futuro.

Sobre a série The Witcher

O ator Henry Cavill foi confirmado como o intérprete de Geralt de Rívia. Freya AllanJodhi May (Game of Thrones)Mimi NdiweniTherica Wilson-ReadAnya ChalotraBjörn Hlynur Haraldsson (Fortitude)Adam Levy (Knightfall), MyAnna Buring Millie Brady também estão no elenco.

As locações do programa incluem Budapeste, Hungria, Eslováquia e Africa do Sul.

Alik Sakharov (House of Cards, Game of Thrones) será o responsável por dirigir 4 episódios da primeira temporada, incluindo o episódio piloto. Alex Garcia Lopez (Marvel’s Luke Cage, Utopia) e Charlotte Brändström (Outlander, Counterpart, Disparue) irão dirigir outros 2 episódios cada.

A trama dos livros e games acompanha Geralt de Rívia, um dos poucos bruxos vivos na terra. O mesmo também é um nômade caçador de monstros de aluguel, que vive em um mundo dividido entre homens e bestas.

A primeira temporada de The Witcher foi lançada em em 20 de dezembro de 2019.

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games postadas no Jornada Geek.

-publicidade-

Notícias relacionadas

The Witcher 1ª temporada | Pipoca e Netflix
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, formado em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (atualmente conhecido como UniAcademia), mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter no Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

541,254FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
22SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,443SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: The Witcher 1ª temporada | Pipoca e Netflix

Últimas Postagens