Steven Spielberg
Steven Spielberg na série documental Five Came Back da Netflix

Conhecido como um dos grandes nomes do cinema, Steven Spielberg voltou ao seu estilo mais adorado recentemente com Jogador Nº1. E com isso, também fez história nas bilheterias.

Segundo informações do site Box Office Pro, Spielberg atingiu a marca de US$ 10 bilhões em bilheteria após comandar 33 filmes ao longo dos seus quase 50 anos de carreira. O mesmo é o primeiro diretor da história a conseguir tal feito.

Para se ter ideia, o segundo, terceiro e quarto lugar são ocupados por nomes como Peter Jackson (O Senhor dos Anéis), James Cameron (Avatar, Titanic) e Michael Bay (Transformers), todos com uma marca de US$ 6 bilhões.

Ao longo dos anos Steven Spielberg conquistou o público e a bilheteria de diversas formas, seja ainda na década de 70 com Tubarão e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, ou na década de 80 com Indiana Jones, E.T. O Extraterrestre. Nos anos 90 o cineasta então começou a misturar mais gêneros, se arriscando ainda mais no drama, e conquistando o primeiro Oscar com A Lista de Schindler. Ainda na mesma década, Jurassic Park chegava aos cinemas, arrecadando sozinho mais de US$ 1 bilhão de dólares. Pouco depois tivemos O Resgate do Soldado Ryan, que rendeu ao mesmo mais um Oscar de direção.

Confira também: DEAR WHITE PEOPLE | Netflix divulga data de estreia e teaser da 2ª temporada

Esses são apenas alguns dos títulos comandados pelo cineasta, que ainda conta com uma gama vasta de sucessos como A Cor Púrpura, Amistad, Minority Report, Prenda-Me Se For Capaz, O Terminal, Guerra dos Mundos, Munique, As Aventuras de Tin Tim, Ponte dos Espiões, além do recente The Post e o atual Jogador Nº1.

Vale deixar muito claro que o número em questão não envolve os longas dos quais o cineasta assumiu apenas a produção, ou produção executiva. Entre os exemplos: Transformers, Os Goonies e Gremlins.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek diariamente no facebooktwitter e instagram.