O grito - origens imagem promocional
Divulgação

Com o seu desenvolvimento confirmado há alguns meses, agora a série O Grito – Origens  (conhecida no original como Ju-On: Origins) foi lançada pela Netflix. E assim, reunimos abaixo alguns detalhes do projeto para que você possa conhecer melhor.

Afinal, qual a trama da série O Grito?

A trama da série, que é uma coprodução internacional entre a NBCUniversal Entertainment Japan e a Netflix, acompanha os acontecimentos verídicos que inspiraram a história da franquia. A série retrata os primórdios da ‘maldição’, lançando assim um olhar cru sobre a sucessão de horrores que atinge todos os que entram em contacto com a casa.

Ela é centrada no investigador paranormal Odajima (Yoshiyoshi Arakawa) e na estrela da televisão Haruka Honjo (Yuina Kuroshima), que é assombrada pelos sons perturbadores de passos em seu apartamento no meio da noite . Os dois então se veem atraídos pela icônica casa amaldiçoada, que Odajima começa a investigar.

Produção e elenco

Composto por 6 episódios, a série O Grito – Origens é dirigida por Sho Miyake, enquanto Yō Takahashi e Takashige Ichise assinam o roteiro. Por sua vez, a produção fica por conta de Toshinori Yamaguchi (NBCUniversal Entertainment Japan) e Kazutaka Sakamoto (Netflix).

O elenco da série conta ainda com Kōki Osamura, Mai Takahashi, Kai Inowaki, Ryūshin Tei, Yuya Matsuura, Kaho Tsuchimura, Tokio Emoto, Nobuko Sendō e Kana Kurashina.

Série é baseada em famosa franquia de terror O Grito

Como já destacado desde o início, e também pela descrição da sua trama, a série O Grito – Origens é baseada justamente na maldição folclórica japonesa que inspirou em 1998 o lançamento do curta Katasumi y 4444444444, sob o comando de Takashi Shimizu.

Após o sucesso do curta em questão, em 2000 foi criada a franquia cinematográfica de longas-metragens, no qual o primeiro levou o título de Ju-On: The Curse. Com o tempo e sucesso, em 2004 uma versão hollywoodiana ainda sob o comando de Shimizu foi lançada sob o título de The Grudge, que no Brasil levou o título de O Grito.

Desde então, ao longo dos anos diversos títulos foram lançados no cinema japonês acompanhando o futuro da franquia, com a versão mais recente de Hollywood tendo sido lançada no início de 2020 no Brasil sob a direção de Nicolas Pesce e produção de Sam Raimi como um reboot da versão do filme O Grito de 2004.

No entanto, o fato interessante é que, apesar de ter conquistado fama, até hoje a franquia de terror não conseguiu alcançar um grande sucesso de crítica com suas versões hollywoodianas mesmo conquistando excelentes bilheterias para o formato. O mais recente título, por exemplo, custou US$ 10 milhões para ser feito e alcançou US$ 187 milhões em bilheteria.

Recepção da crítica

Com o seu lançamento recente, a série no momento conta com apenas 5 avaliações no Rotten Tomatoes e 80% de aprovação por parte da crítica.

Confira o trailer:

Confira também: 

* Warrior Nun | Conheça a nova série de ação e fantasia da Netflix

* The Old Guard | Filme estrelado por Charlize Theron ganha novo trailer

A primeira temporada de O Grito – Origens já está disponível na Netflix. 

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games do Jornada GeekAproveite também para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitter e instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here