MOGLI - O MENINO LOBO | Roteirista revelou ter usado ideias não utilizadas por Bill Peet no primeiro filme
THE JUNGLE BOOK

Em recente entrevista ao Slashfilm (via Heroic Hollywood), o roteirista Justin Marks do filme Mogli – O Menino Lobo, revelou que optou por extrair influência do trabalho de Ruyard Kipling, como também pegou algumas coisas do cofre da Disney – como o ideias não utilizado de Bill Peet, para construir ainda mais sua versão do mundo de Kipling:

“No segundo filme, a ideia é ir mais longe através do Kipling, mas também entrar em alguns dos recursos da Disney do filme de 1967 que talvez não tenha começado a ver a luz do dia no primeiro filme. Se você olhar para o trabalho de Bill Peet no filme original, alguns dos quais foram jogados fora por Walt Disney, Jon Favreau e eu realmente mergulhei profundamente nos arquivos da Disney para ver algumas das idéias. Nós gostamos de ‘Espere, essa é uma ótima ideia. Nós realmente precisamos disso no filme.’ Então nós construímos assim.”

Confira também: CHRISTOPHER ROBIN | Confira a sinopse do novo filme do Ursinho Pooh

Rohan Chand interpreta Mogli. Benedict Cumberbatch vai dublar o tigre Shere Khan, Christian Bale será a voz da pantera Bagheera, Cate Blanchett dubla a serpente Kaa, Tom Hollander faz a voz do chacal Tabaqui, Peter Mullan fará a voz do lobo Akela, Naomie Harris dubla a loba Nisha e Eddie Marsan será a voz do lobo Vihaan. Serkis também irá interpretar por captura de movimentos o urso Balu.

Além de marcar a estreia de Serkis na direção, o projeto concorre com a adaptação da Walt Disney. Callie Kloves  escreverá o roteiro, enquanto seu pai, Steve Kloves, é o encarregado da produção.

Mogli – O Menino Lobo chega aos cinemas em 19 de outubro de 2018.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

Leia outras notícias sobre Mogli – O Menino Lobo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here