Após o sucesso financeiro de Esquadrão Suicida no ano passado, algumas pessoas se perguntam por que o diretor David Ayer decidiu assumir Gotham City Sirens ao invés da sua sequência. 

Imagem das protagonistas de Gotham City Sirens
Divulgação

E agora, durante a San Diego Comic-Con 2017, o diretor explicou em entrevista para o IGN o que o atraiu a dirigir o outro filme. Quando questionado sobre o assunto, o cineasta destacou principalmente alguns aspectos das 3 vilãs protagonistas:

“É uma história sobre três mulheres fantásticas que estão tentando encontrar seu caminho no mundo e percebem que elas têm mais poder juntas do que individualmente. Eu tenho filhas, e quero criar algo que poderá ajudá-las um pouquinho a se dar bem nesse mundo.”

A série de quadrinhos Gotham City Sirens, é escrita por Paul Dini, criador do desenho Batman. A série mostra as aventuras do trio Arlequina, Mulher-Gato e Hera Venenosa pelo submundo de Gotham City. Quando questionado sobre se a Arlequina (Margot Robbie), irá mudar seu icônico traje no novo filme, Ayer respondeu “Vamos marcar esse assunto. Talvez na próxima Comic-Con” e disse finalizando: “Todo mundo evolui”.

Foi apenas revelado até o momento que Gotham City Sirens terá como protagonista Arlequina (Margot Robbie), Mulher-Gato e Hera Venenosa, vilãs da DC Comics. Não está claro se outras personagens ainda podem ser adicionadas ao grupo, mas rumores antigos também citavam uma possível participação do grupo Aves de Rapina no longa.

Confira aqui outras notícias sobre o filme

Além de dirigir, David Ayer será o produtor do longa ao lado de Margot Robbie.

Geoff Johns e Jon Berg também estão envolvidos na produção.

Ainda não há uma data de lançamento para o longa, mas recentemente a Warner Bros. Pictures reservou duas datas em 2020 para dois filmes não especificados. Enquanto isso, Esquadrão Suicida 2 deve entrar em produção em 2018.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek diariamente no facebooktwitter e instagram.