-publicidade-

-publicidade-

Cobra Kai 3ª temporada | Review

Sam e Daniel na 3ª temporada de Cobra Kai
Divulgação: Netflix

Classificação:

Nota Surpreendente

Tendo sido desenvolvida inicialmente através da plataforma já extinta do youtube premium, a série Cobra Kai desde a sua primeira temporada já vinha chamando certa atenção do público por sua qualidade. Entretanto, foi a sua mudança para a Netflix que causou um grande destaque ao longo dos últimos meses.

Por conta da fama da plataforma, e da sua abrangência, o projeto rapidamente passou a ser mais conhecido por outras pessoas. E claro, assim ganhou uma audiência ainda maior por conta da sua qualidade de roteiro, produção, e o sentimento nostálgico que conseguiu reviver nas pessoas. Agora, a 3ª temporada de Cobra Kai conta com a primeira leva de episódios inéditos dentro da plataforma de streaming. Mas será que a sua qualidade continua intacta? Este é o assunto dos nossos próximos parágrafos.

A trama da 3ª temporada de Cobra Kai 

Já tendo nos mostrado inicialmente a vida do bem-sucedido Daniel LaRusso (Ralph Macchio), assim como a do seu antigo adversário Johnny Lawrence (William Zabka), que, depois de uma série de fracassos, decide reabrir a antiga academia de karatê Cobra Kai em busca de redenção, a trama do programa agora entra em uma nova fase na qual ambos devem lidar com as consequências das atitudes realizadas pelos seus alunos durante o trágico confronto na escola.

Na terceira temporada, estão todos aturdidos após a violenta briga entre os dois dojos na escola, que deixou Miguel gravemente ferido. Enquanto Daniel revisita o passado à procura de respostas e Johnny busca redenção, Kreese manipula ainda mais seus vulneráveis alunos com suas ideias de dominação. A alma do Vale está em jogo, assim como o destino de todos os alunos e senseis.

Cobra Kai 3ª temporada é uma evolução da série em todos os sentidos

Johnny e Miguel na 3ª temporada de Cobra Kai
Divulgação: Netflix

Após entregar aos seus espectadores um grande gancho para o futuro da sua trama na 2ª temporada, a série Cobra Kai retorna com episódios inéditos na Netflix já com o pé no acelerador desde os seus primeiros minutos. O roteiro do projeto beira a perfeição, sabendo exatamente tudo aquilo que deve ser abordado em sua trama desde o início, ditando um ritmo de grande nostalgia e intensidade quando necessário, mas sem esquecer todo o conteúdo que deve ser abordado e entregue ao público ao longo dos seus episódios.

Cada detalhe é abordado da forma correta, com a qualidade da produção, direção, fotografia e trilha sonora sendo apresentadas da melhor maneira possível ao público. As cenas de ação até chegam a se intensificar em certa parte, com as suas coreografias sendo mantidas de uma forma realista e tendo até mesmo o cuidado de ser mais intensa, ou não, dependendo da situação e dos núcleos dos personagens. Mas claro, tudo isso acontecendo sempre sem esquecer o drama principal no qual estão envolvidos os antigos e os novos personagens da franquia.

Aqui as consequências dos atos finais da 2ª temporada são realmente as principais questões a serem abordadas. E elas realmente vão variando de acordo com cada um dos personagens, mostrando suas atitudes e formas de lidar com a situação, variando desde o cenário hospitalizado de Miguel, passando por traumas ligados a outros personagens, assim como as influências de Kreese sobre os jovens do seu dojô que vão se tornando cada vez mais agressivos. São diversas abordagens diferentes, mas com todas elas sendo necessárias e bem desenvolvidas na trama de Cobra Kai.

E se a qualidade de Cobra Kai aumenta nos diversos sentidos técnicos do seu desenvolvimento, é com felicidade que também podemos afirmar que os personagens e elenco caminham para a mesma direção. Ralph Macchio e William Zabka evoluem e se esforçam cada vez mais para reviver os seus personagens, enquanto todo o elenco juvenil liderado por Xolo Maridueña como Miguel Diaz, Mary Mouser como Samantha LaRusso, Tanner Buchanan como Robby Keene, Jacob Bertrand como Eli Moskowitz (Hawk) e Peyton Roy List como Tory passam também a entregar melhores performances em todos os seus requisitos.

Contudo, além de todos estes nomes, outro que merece ser extremamente destacado neste arco mais recente é a presença de Martin Kove como o antagonista John Kreese. Por conta do foco e desenvolvimento da trama, o personagem dispara como um ponto importante no desenvolvimento dos episódios mais recentes de Cobra Kai. E mesmo que você sinta uma certa pena ao conhecer sua história, no presente o seu sentimento inverso apenas aumente pelo mesmo. É algo simplesmente incrível e digno de aplausos para toda a produção.

Mas afinal, vale a pena assistir a 3ª temporada de Cobra Kai na Netflix? 

Imagem de Cobra Kai 3a temporada
Divulgação

Não apenas vale ver, como também rever quantas vezes for necessário está 3ª temporada de Cobra Kai no catálogo da Netflix. A série nos mostra novamente que todo o universo criado por Karatê Kid é realmente nostálgico, encantador, e extremamente incrível ao usar uma arte marcial para nos entregar dramas complexos e possíveis para o cotidiano de qualquer pessoa.

A evolução dos personagens, os acontecimentos da trama, e até mesmo as grandes surpresas que foram guardadas do público, são realmente peças importantes para tudo o que é visto na série. E prepare-se, se você acha que previu algum passo do que está por vir, certamente não chegou nem perto da animação que dá em ver o desenrolar dos acontecimentos e a preparação para um confronto épico que foi desenhado para a 4ª temporada de Cobra Kai. Após esta incrível temporada, a nossa torcida agora é somente para que não leve tanto tempo até vermos os novos episódios.

Confira também:

* Cobra Kai | Assista ao trailer completo da 3ª temporada

Bridgerton 2ª temporada | O que sabemos até o momento

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games do Jornada Geek. Aproveite também para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitter, instagram e também no Google News.
Cobra Kai 3ª temporada | Review
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, formado em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (atualmente conhecido como UniAcademia), mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter no Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornada Geek + Lolja

Cobra Kai 3ª temporada | Review

Últimas Notícias