-publicidade-

-publicidade-

IT: A COISA | Andy Muschietti explica a ausência de ícones de terror dos anos 80 no filme

Já em exibição desde a última quinta-feira, o filme It: A Coisa continua em destaque na mídia. E desta vez, o longa volta a ganhar novidades através de seu diretor.

Imagem promocional do palhaço Pennywise em It: A Coisa
Divulgação: Imagem do palhaço Pennywise

Segundo informações do site Heroic Hollywood, o diretor Andy Muschietti foi questionado sobre o porque de não incluir ícones de terror dos anos 80 em seu filme, especificamente Freddy Krueger:

“Obviamente, nós consideramos isso por um tempo, mas eu não estava muito interessado em trazer Freddy Krueger para o mix. Eu amo a história e eu amo como Stephen King faz uma representação da infância nos anos 50. Ele é muito autêntico quando ele traz os monstros para o repertório de incarnação porque é isso que assusta as crianças. Seria um caminho natural tentar recriar isso nos anos 80, mas eu realmente não estava muito em trazer coisas como Freddy Krueger para a história. […] Seria uma distração e não senti que era certo, por alguma razão.”

Leia também: Diretor fala sobre a possibilidade de Jessica Chastain interpretar Beverly na continuação

Jack GrazerWyatt OleffChosen JacobsJaeden LieberherJeremy Ray Taylor e Finn Wolfhard (Stranger Things) estão no elenco do filme. Bill Skarsgard (Série Divergente e Hemlock Grove) interpretará o palhaço Pennywise na produção com direção da adaptação por Andy Muschietti (Mama).

Publicado em 1986, o livro é um dos romances mais volumosos de King, com mais de 1.000 páginas. A aterrorizante história já foi adaptada para a TV em 1990 como um telefilme seriado – lançado em vídeo no Brasil.

IT: A Coisa já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

IT: A COISA | Andy Muschietti explica a ausência de ícones de terror dos anos 80 no filme
Amanda Vizagre
Formada em Audiovisual, sua aventura no Jornalismo começou justamente com um convite para escrever no Jornada Geek. Amante da sétima arte, tem "Chaplin", o musical "Billy Elliot" e a série "24 Horas" dentre as suas produções favoritas. Na música, tem um gosto eclético e prefere deixar a escolha para o momento. E no universo de heróis, a trilogia "Batman" é sua escolha a qualquer momento, mesmo que a maioria dos seus heróis favoritos estejam na Marvel.
- publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias