- publicidade -

- publicidade -
InícioCríticaVICTOR FRANKENSTEIN | EM DVD / BLU-RAY

VICTOR FRANKENSTEIN | EM DVD / BLU-RAY

Classificação:
Regulardvd victor frankensteinO gênero de horror é algo realmente que está em constante mudança. Independente da arte em questão, neste caso mais focado em literatura e cinema, tal caminho é claramente perceptível ao longo dos anos. Alguns clássicos foram modificados, outros nasceram do nada, assim como também surgiram outros títulos notórios. Entretanto, sem dúvida alguma, o primeiro exemplo é o mais perigoso. Nomes como Drácula, A Múmia e Frankenstein conquistaram fama e destaque nas páginas e telas. Com isso, é complicado aceitar novas versões. Ainda assim, agora chega ao mercado home vídeo a produção Victor Frankenstein.

Na trama, um ousado cientista, Victor Frankenstein (James McAvoy), e seu fiel assistente Igor (Daniel Radcliffe) dividem o sonho de ajudar a humanidade através de uma pequena pesquisa sobre imortalidade. Entretanto, após uma demonstração, o experimento de Victor vai além do esperado e sua obsessão pelo tema cresce de forma desesperadora. Agora, com ele mergulhado em uma grande insanidade e trabalhando de forma incansável em uma ideia monstruosa, Igor terá que trazer o seu amigo de volta desse estado de loucura e salvá-lo da sua própria criação.

Infelizmente, mais uma vez, o assunto acaba sendo sobre um título perdido. O começo de Victor Frankenstein é até interessante, com o personagem de Igor no circo e tendo sua inteligência ressaltada, mas os acontecimentos seguintes não se mostram na mesma eficiência. No meio do experimento e do destaque envolvendo um Victor desnorteado, o filme acaba tendo os seus desvios no roteiro por conta de um romance extremamente presente.

Tal ponto poderia até existir, ele traz uma pegada diferente e cria uma desvio interessante em certos momentos, mas deveria ter menos destaque. Com isso, apostando nesta inserção, a produção acabou perdendo o que poderia apresentar de mais interessante: a interação dos seus protagonistas. Não que ela seja nula, mas poderia ser mais profunda e aproveitar melhor as presenças de James McAvoy e Daniel Radcliffe. Eles também não estão perfeitos, com personagens bem desconexos e com situações inexplicáveis, mas ainda assim deveriam ter sido explorados como o ponto forte de todo o título.

Na verdade, a impressão que se tem é de que Igor ajuda Victor apenas por pena ou obediência, com a verdadeira amizade sendo notada apenas no final. Em outros momentos, quando Lorelei lhe aplica um sermão, parece que o personagem de Radcliffe simplesmente vai contra o seu parceiro na experiência de todas as formas. Seria muito mais interessante se ele, além de ouvir o seu interesse amoroso, acabasse tendo um pouco mais da personalidade que demonstra ao final. O mais chato em tudo, em cima de algo que poderia dar certo, é exatamente essa questão de opinião fraca mostrada em cima de Igor.

E as decisões tomadas acabam mesmo prejudicando toda a evolução da trama. Não que fosse esperado uma produção de terror nesta versão, mas ainda assim ela poderia ser melhor ao seguir caminhos que não prejudicassem tanto a sua evolução. Entretanto, pelo menos Victor Frankenstein apresenta uma sequência final mostrando a potência da sua criatura, explicando também as decisões inventor em seguir tal caminho para a sua realização.

- Publicidade -

Notícias relacionadas

VICTOR FRANKENSTEIN | EM DVD / BLU-RAY
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, e formado em jornalismo desde 2012, mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter o Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui