HomeCríticaAS BRUXAS DE EAST END 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY

AS BRUXAS DE EAST END 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY

As Bruxas de East End
As Bruxas de East End

As séries estão realmente passando por uma grande onda de grandes diversificações. Independente da idade ou público, projetos estão sempre sendo desenvolvidos com temas diferentes. No caso dos mais jovens, existem os programas com temas de heróis, comédias, ação, policial, mas também aqueles que trabalham dramas e romances. O triângulo amoroso logo foi introduzido na telinha, saindo do cinema e traçando novos rumos, principalmente em companhia de lendas envolvendo seres místicos. The Vampire Diaries é um grande exemplo de tal abordagem, já que fez o tema ganhar novas proporções através do seu público. Entretanto, nada é único por muito tempo. Logo outros títulos surgiram, questões amorosas foram apresentadas e personagens conquistaram o espectadores de diversas formas. Agora, chegou a vez de As Bruxas de East End conquistarem o seu espaço.

A primeira temporada começa mostrando uma festa de noivado, mas também um estranho ritual seguido de um assassinato perto da localidade. A partir de tal momento, recheado de mistérios, a trama segue acompanhando Joanna Beauchamp (Julia Ormond), uma mãe cujos anos não passam e que tenta a todo custo esconder de suas filhas, Freya (Jenna Dewan-Tatum) e Ingrid (Rachel Boston), um segredo sobrenatural para que elas possam viver suas vidas normalmente. Mas quando uma irmã distante de Joanna, Wendy (Mädchen Amick), vem avisá-la de que uma entidade do mal se aproxima para exterminar sua família, ela é forçada a revelar esse segredo mágico. De tal momento em diante, Joanna tenta descobrir quem está usando sua identidade como um transformo, enquanto também tem que lidar com as transformações e descobertas de suas filhas.

Após acompanhar programas que abordam mitos, é interessante observar mais um dentro de uma faixa etária. É claro, American Horror Story e Salem apresentaram suas visões sobre bruxarias, mas em East End é tudo um pouco diferente. O projeto é claramente feito para um publico mais jovem, sendo um potencial adversário para The Vampire Diaries, The Originals e Teen Wolf. É a visão mais romântica do tema em questão, mas que pode evoluir muito bem para questões interessantes pela forma com que suas protagonistas são desenvolvidas.

O passado pode ser uma ótima solução para o programa, já que vidas passadas são constantemente citadas na evolução do seu roteiro e mistérios parecem fazer parte de tudo isso. Não que deve ser concentrada apenas lá, mas seria agradável ver o título sabendo como aproveitar a sua liberdade temporal para mostrar diversas questões ligadas as suas protagonistas. Além disso, outras vertentes possíveis em tal contexto seriam mais revelações de segredos e mistérios envolvendo personagens e ligações com os nomes principais. Entretanto, mesmo sem buscar isso, a narrativa consegue convencer o espectador da idade proposta em acompanhar os andamentos do cotidiano por enquanto. Além disso, a fotografia mostra-se uma arma poderosa para criar um ar envolvente, já que o orçamento é claramente reduzido, principalmente para efeitos visuais.

Mesmo convencendo, As Bruxas de East End também tropeça exatamente em um aspecto que ela trouxe de prováveis adversários: o já citado triângulo amoroso. Com tantas questões interessantes ao redor da sua trama, o caso envolvendo Freya não consegue encantar todo espectador, lembrando por vezes outros títulos e deixando tudo monótono em tal sentido. O drama aguçado parece não cair bem, já que todas são claramente poderosas em aspectos diversos. Não que a questão deveria ser excluída, mas poderia ser menos insistente em certos momentos e fazer com que tudo ficasse mais aceitável.

Todos os nomes protagonistas são interessantes no aspecto da série de TV, tendo cada uma o seu momento através dos episódios. O passado é constante? Sim, mesmo não sendo mostrado e mantendo grandes segredos que vão sendo descobertos através de conversas e momentos em que elas precisam recorrer a algo ou alguém. Muito não se fala, mas também é claramente presente. O místico e o poder ditam o ritmo da primeira temporada, mas são sempre seguidos de vinganças em níveis distintos. É com isso que a união entre o quarteto protagonista vai sendo fortificada, já que elas precisam descobrir o inimigo e se proteger usando seus poderes. É claro, o básico é oculto, já que lições de bruxaria aparecem apenas nos primeiros momentos, enquanto em capítulos para frente as duas jovens já parecem dominar todas as questões e rituais em certos níveis.

Mesmo com a insistência do romance, parece que As Bruxas de East End pelo menos acerta para sua próxima temporada. Uma decisão é tomada ainda no ano 1 referente a tal aspecto. Se podem existir reviravoltas? Sim, mas não parece ser mais o centro ao final da temporada de estreia. Joanna, Wendy e Ingrid crescem e ganham um foco interessante com o passar do tempo. A última passa por uma clara mudança de comportamento, mostrando uma decisão única e determinada em obter respostas. Enquanto isso, Wendy e Joanna passam a demonstrar uma grande reaproximação referente a sua convivência, mas que pode acabar indo para caminhos interessantes e as abordagens corretas para uma grande evolução. Para completar, é coerente a temporada mostrar as mudanças envolvendo Freya e Ingrid, mas promete ainda mais no ano 2, quando também envolverá as descobertas de outros dois importantes nomes do seu elenco. É uma série infanto-juvenil, que pode ter o público feminino como principal foco, mas que chama atenção pelo seu conteúdo como um todo.

Classificação:
Bom

- Publicidade -

Notícias relacionadas

AS BRUXAS DE EAST END 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, formado em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (atualmente conhecido como UniAcademia), mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter no Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias