- publicidade -

InícioCríticaVIVA A LIBERDADE | EM DVD / BLU-RAY

VIVA A LIBERDADE | EM DVD / BLU-RAY

Viva a Liberdade
Viva a Liberdade

O mercado favorece ao cinema hollywoodiano, mas o mesmo tem toda uma história pelo caminho. Guerras e blockbusters foram os responsáveis por tal crescimento, colocando diversos gêneros na mídia através também dos seus roteiros e bilheterias crescentes. Entretanto, grandes diretores europeus estão sempre tendo os seus nomes escritos na história da sétima arte. A década de 20, por exemplo, é marcada pelos movimentos com origens em países como Alemanha e Itália. Entretanto, isso não quer dizer que eles não existem mais. A verdade é que em boa parte do nosso território eles perdem espaços, mas continuam sendo geniais em suas abordagens. Entre os projetos recentes, Amor e Intocáveis ganharam grande destaque na mídia por atuações, temas e enredos, mas não são únicos. Se você gosta do estilo cinematográfico europeu, muitos títulos se fazem disponíveis e agora chegou o momento de mais um ganhar o mercado home vídeo brasileiro. Trata-se de Viva a Liberdade.

O secretário do principal partido da oposição, Enrico Oliveri, está em crise já que as pesquisas para as próximas eleições não o favorecem. Uma noite, após um longo debate, Oliveri desaparece sem deixar pistas. Seu assessor, e sua esposa, dão início a uma busca sobre o porquê de sua fuga. Entra em cena o irmão gêmeo do secretário, Giovanni Ernani, um filósofo brilhante marcado pelo transtorno bipolar. Começa a investigação de uma trama fascinante que pode fazer parte de um jogo perigoso. O secretário repentinamente reaparece agindo de forma diferente e surpreendendo a todos. As cotações do partido começam a subir e a opinião pública inflama de entusiasmo.

 Diferente de muitas tramas envolvendo o cinema italiano, o título da vez segue uma ideia linear desde as suas primeiras cenas. É claro, nem tudo fica claro desde o início do seu roteiro, mantendo o interesse do público no que está sendo mostrado e sabendo como revelar informações em uma medida correta. Na verdade, a narrativa chama mesmo atenção através do envolvimento de seus protagonistas, já que um deles está completamente frustrado e acaba se retirando misteriosamente. É em tal ponto que tudo começa, com uma direção muito correta em todas as cenas, sabendo exatamente o que mostrar e o que deve ser ocultado, tendo um cuidado muito grande com toda a evolução apresentada. São aspectos dignos de grandes clássicos que fazem com que Viva a Liberdade vá ganhando o seu espectador, incluindo sua linda trilha sonora.

O drama desenvolvido pelos movimentos cinematográficos da Itália sempre chamaram atenção por conta de suas composições. É claro, existiam também produções que era divididas em duas nacionalidades, como, por exemplo, Cinema Paradiso. Por falar nisso, até algumas lembranças do estilo do mesmo acaba surgindo no atual projeto. O romance está presente em certa quantidade, às vezes parecendo juvenil e outras demonstrando o seu aspecto maduro. Para tal aspecto o filme não precisa apenas de um roteiro interessante, mas também de um ótimo elenco. A atuação de Toni Servillo como os irmãos gêmeos Enrico e Giovanni é, sem dúvida alguma, o grande destaque de todo o título. O ator demonstra todo o seu talento em qualquer cena, sabendo exatamente mostrar as diferenças entre seus personagens de uma forma simples e clara. Enquanto isso, Bruni Tedeschi fica responsável por um grande pilar da produção ao viver Danielle, um antigo amor na vida do político.

 E claro, mesmo com tantos pontos, não é fácil desenvolver algo que envolva política. Pelas diferenças entre diversos países em sua concepção e formato apresentado pelo mundo, o acerto acaba chegando através da decisão de abordar uma campanha. O teor fica em boa parte preso nessa colocação, passando para um ponto mais avançado apenas em questões de decisões sobre o caminho da campanha e discussões com jornalistas. No mais, as questões pessoais acabam tomando conta de todo o restante do filme, abordando principalmente o passado amoroso de Enrico e o presente de Giovanni ao assumir a identidade do seu irmão. Ambos vivem momentos diferentes, já que o primeiro precisa de sua liberdade e descanso, enquanto o segundo se mostra a pessoa certa para uma mudança radical nas abordagens partidárias. Contudo, mesmo com tantas questões, a verdade é que tudo não passa de momentos distintos na vida de dois personagens que ao final estão praticamente iguais e com a mesma personalidade cativante. Interessante e relaxado, Viva a Liberdade vale a penas ser assistido.

Classificação:

- Publicidade -

Notícias relacionadas

VIVA A LIBERDADE | EM DVD / BLU-RAY
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, e formado em jornalismo desde 2012, mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter o Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui