Toy Story 4 | Crítica

Filme já está em exibição nos cinemas brasileiros.

publicidade:
Imagem promocional Toy Story 4
Divulgação

Classificação:

Nota Surpreendente

Com a sua franquia iniciada em 1995, ao longo dos anos Toy Story foi ganhando cada vez mais fãs e público por conta da qualidade das suas tramas que foram sendo desenvolvidas. E assim, mesmo após encontrar uma espécie de “desfecho” em seu terceiro longa, um novo capítulo acabou sendo anunciado. Desde então alguns detalhes foram sendo revelados, mudanças foram feitas nos bastidores, até o lançamento de Toy Story 4 acontecer na última quinta-feira, prometendo assim novas emoções aos espectadores.

A trama do novo longa da franquia é iniciada com lembranças, mostrando o destino de Betty e suas ovelhas, ainda com Woody, Buzz e cia. sob os cuidados de Andy. Logo após isso então retornamos aos dias atuais, onde parte do grupo pertence a jovem Bonnie, que agora está entrando em uma fase importante na escola. Woody entende o que está acontecendo, se preocupando com sua criança, e decidindo lhe acompanhar. É lá que Garfinho acaba sendo criado, fazendo assim com que o Cowboy encontre uma nova missão: cuidar do mesmo para que Bonnie seja feliz. Entretanto, o que ele não esperava era que uma simples viagem pudesse trazer nomes do passado de volta, além de indicar grandes mudanças em sua vida.

Mesmo após ter finalizado a trajetória de Woody e seus amigos através de uma mudança envolvendo seus donos, é interessante citar que a Pixar encontrou realmente uma saída para seguir em frente, trazendo inclusive personagens antigos de volta através do seu desenvolvimento de forma extremamente precisa. Por sua vez, os efeitos visuais também demonstram uma grande evolução para o estúdio, com a sua direção novamente caminhando para uma grande aventura recheada de reviravoltas.

E é justamente neste caminho que uma nova aventura é apresentada ao grupo de brinquedos, agora com a presença do recém-criado Garfinho e a sua importância para a sua pequena dona. Woody, é claro, sempre determinado acaba então assumindo novas responsabilidades,  o que acaba lhe levando a conhecer novos amigos, perigos, além de rever Betty. E é também aqui que uma nova construção e possibilidades para os brinquedos acaba sendo apresentada.

Afinal, todo brinquedo precisa realmente de um dono? Após focar tanto neste aspecto ao longo dos seus três primeiros longas, Toy Story utiliza a trama do seu quarto filme como uma carta de amor ao Woody para também mostrar outras vertentes e possibilidades para o seu protagonista. Ao lado de Betty e alguns amigos, além de novos personagens muito bem introduzidos, o cowboy enfrenta perigos e encontra novas motivações.

Mesmo com um foco grande em seu protagonista original, personagens como Garfinho, Patinho, Coelhinho e Duke Caboom acabam entregando alguns dos melhores momentos da trama, funcionando como bases para cenas de ação e também motivos para muitos risos. Ainda assim, também vale sempre ficar de olho nas cenas de Buzz e sua voz interior.

A verdade é que através de todos os acontecimentos que vão sendo desenvolvidos, Toy Story acaba encontrando um novo caminho e apresentando algumas novas abordagens interessantes aos seus espectadores. E como não poderia deixar de ser, algumas destas escolhas também acabam apresentando um desfecho emocionante para os personagens, ainda que todos terminem nos lugares que tanto desejavam. Ao final, tendo ou não um novo longa, a franquia protagonizada pelos brinquedos da Pixar, até o momento, entrega uma trama bem elaborada e necessária.

Confira também: Toy Story 4 | Filme recebe certificado fresh com 100% no Rotten Tomatoes

John Lasseter, Andrew StantonPete Docter e Lee Unkrick, desenvolveram a trama com Rashida Jones e Will McCormack, que trabalharam juntos em Celeste e Jesse para Sempre, e que estavam inicialmente ligados ao projeto. Contudo, após os afastamentos da dupla de roteiristas, assim como a saída de  John Lasseter, logo Josh Cooley foi confirmado como o único diretor do longa. Por sua vez, Stephany Folsom (Thor: Ragnarok) assinará a nova versão do roteiro.

Tom Hanks e Tim Allen retornam para dublar Woody e Buzz Lightyear, respectivamente. Enquanto isso, a atriz Patricia Arquette dublará uma nova personagem na franquia.

Toy Story 4 já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geekno facebooktwitter e instagram.

publicidade: