--publicidade--
Home Destaque THE VAMPIRE DIARIES 6ª TEMPORADA | PRIMEIRAS IMPRESSÕES

THE VAMPIRE DIARIES 6ª TEMPORADA | PRIMEIRAS IMPRESSÕES

The Vampire Diaries
The Vampire Diaries

Existem programas aqueles títulos que oscilam em seu caminho, enquanto outros conseguem uma evolução incrível até o seu final. Entretanto, também acontecem aquelas que sofrem uma grande queda inesperadamente, em momentos que ninguém espera. Talvez o último tipo seja o mais difícil de compreender, já que decepciona de uma forma mais atenuada quando algo melhor é esperado. The Vampire Diaries, infelizmente, seguiu tal caminho. Começando com uma temporada bem determinada, mas recheada de romance, os anos 2 e 3 do programa logo surpreenderam pela chegada de nomes enigmáticos e o crescimento de vilões como Klaus, Elijah e Rebeka. Logo Elena, Stefan e Damon se mostraram personagens crescentes, com mudanças em relacionamentos e comportamentos. Entretanto, foi no momento que a série deveria apresentar ainda mais disso que ela decaiu. Como vampira, a protagonista se mostrou frágil e tudo vem decepcionando desde então, ainda mais com um roteiro que por vezes tem muitas aspectos misturados e vilões diversos. Agora, chegou o momento da 6ª temporada.

O ano começou com um episódio mostrando como alguns estão lidando com as perdas, enquanto outros passam por uma nova introdução de retornos dos mortos. Elena entra em foco nas primeiras cenas em uma conversa com Damon, logo entendida que não passam de ilusões causadas por substâncias. Entretanto, tudo tem uma consequências e a sede de sangue da personagem começa a ser abordada através de um descontrole, seguido pelo seu luto disfarçado. A raiva de Tyler, que retornou como humano, logo é também mais um ponto mostrado. Enquanto isso, Stefan tenta levar outra vida e Alaric trabalhada em parceria com Caroline buscando uma forma de trazer Bonnie e Damon de volta. Partindo de tal ponto, os dois personagens são mostrados isolados em uma Mystic Falls diferente, que ganha mais destaque no segundo episódio. Desavenças também já começam a ser trabalhadas, assim como atitudes e sentimentos de personagens diversos.

Talvez o início do novo ano da série de TV tenha encontrado até mesmo uma forma de mudança. Os sentimentos são destaques, mas com abordagens e termos diferentes. Frustrações existem principalmente através de Caroline, enquanto Stefan tenta seguir a vida de forma comum em busca de caminhos diferentes. Ele está tentando romper ligações com o passado, incluindo laços com Elena, mas não é  algo que aconteça facilmente. Logo, com a participação de Enzo tudo começa a sofrer novas vertentes. É por conta de suas atitudes que mudanças acontecem, fazendo com que o vampiro protagonista retorne para os arredores de Mystic Falls em busca de uma vingança particular e atitudes completamente mudadas. É um novo comportamento, que chama atenção pela determinação e objetividade.

--publicidade--

Enquanto isso, nas outras pontas do protagonismo, Alaric aceita apagar as memórias de Elena com o objetivo de que ela pare de sofrer por Damon. Já do outro lado, o irmão Salvatore mais velho passa os tempos com uma otimista Bonnie em busca de sair do local, mas também descobrindo a presença de mais alguém no local. A identidade ainda é um mistério, mas pode ser um novo vilão ou mais um personagem com passagem rápida pela série de TV. Quanto a Jeremy e Matt tudo parece continua na mesma, já que o primeiro continua bancando o adolescente deprimido e pegador, enquanto o outro continua sendo o irritante e inocente do programa. Tyler voltou ao seu início também, sem ter utilidade alguma e passando por um momento de atrações com Liv.

No geral, The Vampire Diaries continua falhando em muitos sentidos. É chato ver as frustrações e mudanças de seus personagens em muitos pontos, enquanto poucos deles acabam salvando o roteiro. Entre os mais interessantes? A mudança de Stefan em relação a Elena, já que o mesmo parece querer seguir adiante. Entretanto, isso pode trazer novas abordagens sobre Caroline, que começou a aceitar que tem sentimentos pelo ex-namorado de sua amiga. É arriscado um relacionamento entre os dois, mas o título já cometeu tantos erros que talvez seja um caminho correto para mudanças. Perguntas claramente ficam no ar, começando pela questão envolvendo Damon e Bonnie. Afinal, onde eles estão? Quando eles retornarão? Como Elena reagirá com as memórias apagadas? Qual caminho a trama seguirá assim que os retornos acontecerem? Um vilão de maior impacto será trabalhado? São perguntas claras e oportunas, já que a nova temporada depende apenas de suas escolhas para recuperar bons momentos ou afundar completamente após dois anos anteriores recheados de confusões e fracassos. Uma coisa é certa: o capítulo 3 conseguiu criar esperanças.

--publicidade--

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here