HomeCríticaRESURRECTION 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY

RESURRECTION 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY

Resurrection 1ª Temporada
Resurrection 1ª Temporada

As séries de características ficcionais estão ganhando cada vez mais espaço na telinha. Com produções certas em diversos aspectos, os temas estão se mostrando cada vez mais variados e a exploração por todas essas questões apenas crescem. Foi através exatamente de todos esses sinais que o formato encontrou uma grande popularização na última década, passando por Lost, Heroes, Supernatural, Fringe, Game of Thrones, The Walking Dead, entre outros. As visões e conteúdos podem ser diferentes, mas a fórmula do entretenimento está dentro de cada um dos projetos e seus gêneros específicos. Fora isso, ainda é interessante observar que os títulos não são apenas movidos pelas suas questões exclusivas, como também por uma dramatização dentro de tudo o que é apresentado com o tempo. Resurrection, por exemplo, já chegou apresentando isso e criando curiosidades.

A trama começa de forma misteriosa quando um menino americano de 8 anos acorda sozinho em um arrozal na China, mas sem ter ideia de como foi parar no local. A partir de então, os detalhes começam a vir à luz quando o jovem, que diz se chamar Jacob, lembra que sua casa é em Arcadia e um agente da imigração chamado J. Martin Bellamy o leva até lá. É então que as mudanças começam a tomar conta da cidade localizada no estado de Missouri. A casa onde ele vivia é ocupada por um casal mais velho, Henry e Lucille Langston, que dizem que seu filho Jacob Langston morreu há 32 anos. Apesar de estarem diferentes, o garoto os reconhece imediatamente como seus país. Contudo, ele é apenas o primeiro. À medida que mais mortos retornam, toda a cidade entra em conflito, alimentado por amor e ódio, medo e fé, suspeita e redenção. Enquanto isso, as tensões aumentam e começa uma corrida desesperada para encontrar respostas e acalmar a situação, antes que o caos completo se instaure.

 A narrativa de Resurrection não é a grande questão de destaque para o projeto, mas sim a construção de sua trama. Com um formato simples, seguindo uma linha clássica, mas agindo de forma eficiente, a série de TV encontra o seu caminho através dos seus acontecimentos em diversas etapas. Desde os primeiros momentos isso é muito bem trabalhando, enquanto a direção e fotografia conseguem captar a essência necessária para a abordagem dos casos que vão sendo mostrados no decorrer da temporada. Outro ótimo detalhe é a concentrações nas questões dramáticas e dúvidas, enquanto efeitos visuais tem uma participação modesta no seriado.

Um fator interessante é que  no início tudo parece que vai girar apenas em torno de meia dúzia de personagens, através de uma única família, mas não é exatamente isso o que acontece com o passar dos capítulos. Além de Jacob, logo novos mistérios começam a ser construídos através de outros ressurgidos, mas não apenas pela sua volta. Ao que tudo indica, existe um motivo para os retornos mesmo que o espectador não tome conhecimento disso. Tal fato acaba sendo um dos principais motivos de tensões dentro do projeto, mas que acaba sofrendo um desvio para apresentar o perfil e as atitudes de diversos personagens. Uma briga de fé acaba tomando conta do cenário, trazendo também o embate de egoísmo dentro das atitudes de cada ser humano. Para trabalhar isso com um maior cuidado e conseguir convencer o público das questões, o elenco do programa acaba encontrando um destaque significante em suas interpretações.

Mesmo com uma narrativa eficiente, a temática de Resurrection não é tão simples como parece. É sim direta quando mostra o retorno de pessoas que morreram, mas sempre acaba trabalhando outras questões do passado envolvendo seus personagens e respondendo algumas perguntas para momentos que eles não tinham respostas. É ainda com a volta de Jacob que tal fator começa a ser abordado, já que existem alguns fatos que os familiares não conheciam do acidente que acabou causando o falecimento do garoto e sua tia. De tal forma, situações comuns do dia a dia e decisões das pessoas e seus segredos começam a fazer parte do crescimento do roteiro. É com essas pequenas colocações que as cenas e momentos vão ganhando forma, enquanto outras perguntas vão sendo feitas.

Afinal, o que está acontecendo? O que levou ao retorno das pessoas? Qual a missão delas? Isso tudo o programa ainda mantém em segredo, mas consegue prender a atenção do seu espectador com uma eficiência absurda quando trabalha a fé de todos os moradores de Arcadia. Muitos passam a questionar a veracidade do retorno envolvendo o garoto, que acaba passando por todas as questões médicas e uma investigação detalhada. Entretanto, quando o inevitável é constatado, o medo do desconhecido é trabalhado mostrando o pior de cada ser humano. O “novo” Jacob passa a sofrer perseguições. Entretanto, logo isso é esquecido quando outros surgem, apresentando mais questões e levantando ainda mais perguntas. É assim que logo toda a cidade se vê envolvida com personagens que retornaram a vida, deixando perguntas de lado, se esquecendo dos antigos questionamentos e buscando conviver com aqueles que foram perdidos.

Contudo, nada disso está perto de acabar. Tudo ainda é aproveitado para mostrar que a mágoa de um ser humano pode mudar suas atitudes e pensamentos, fazendo com que os casos sejam descobertos e o pânico passa a fazer parte do convívio que estava sendo estabelecido. Reviravoltas passam a fazer parte de diversos momentos, assim como muita coisa fica aberta através de atitudes. Perguntas ficam sem respostas, mas a temporada é eficiente em criar expectativas e deixa o público pronto para impactos futuros. A primeira temporada sabe utilizar uma temática ficcional para mostrar o desespero humano, assim como as consequências de suas decisões.

Classificação:

- Publicidade -

Notícias relacionadas

RESURRECTION 1ª TEMPORADA | EM DVD / BLU-RAY
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, e formado em jornalismo desde 2012, mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter o Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here