-publicidade-

-publicidade-

LOOKING 1ª TEMPORADA | EM DVD E BLU-RAY

Algumas séries são emblemáticas para seu tempo e seu público. A temática LGBT já foi explorada em outros shows com “Queer as folk” (2000) e “The L World” (2004). “Looking” (2013) estreia como um nicho totalmente disponível e carente de boas histórias, sendo uma série real, diferente e muito inteligente. A aposta do HBO ganhou oito episódios na 1ª temporada e rapidamente foi bem recebida por público e crítica.

Looking Destaque

“Looking” acompanha três amigos na faixa dos 30 anos de idade vivendo na colorida e eclética São Francisco, explorando as excitantes opções disponíveis para uma nova geração de homens gays. Focado na amizade entre Patrick (Jonathan Groff), um designer de videogames em busca de um amor, Agustín (Frankie J. Alvarez); um aspirante a artista que questiona os conceitos da monogamia, enquanto se encontra cada vez mais sério em seu relacionamento; e Dom (Murray Barlett), um garçom que, as vésperas do seu 40º aniversário, decide, finalmente, correr atrás de seus sonhos, “Looking” acompanha as frustrações, mudanças e glórias do trio.

Como eu já havia escrito nas primeiras impressões da série, “Looking” começa em marcha lenta. Os personagens são apresentados, assim como seus sonhos, anseios e também suas frustrações. Não é uma apresentação forçada, trabalhada de uma forma muito natural de acordo com o roteiro. E assim, com tal ritmo, a maneira como a série é conduzida faz com o espectador vá se tornando um pedacinho daquela parte de São Francisco.

Com tal abordagem sendo trabalhada, é a partir da metade da temporada que os conflitos realmente começam e fazer do show algo tão real. O roteiro passa então a se impor de forma mais intensa, seguindo um caminho para apresentar a série de forma inteligente e profunda. Além disso, o conteúdo também mostra uma comunidade gay muito distante dos estereótipos. Os personagens são diferentes, com personalidades distintas e bem definidas, mas são essenciais uns aos outros. É uma amizade sincera, quase uma irmandade.

Criada por Michael Lannan, “Looking” mescla uma trilha sonora intensa e belíssimas imagens de São Francisco, um show à parte. Antes da série estrear, ela chegou a ser anunciada como a versão gay de “Girls”. Mas não é. É muito mais do que isso. É mais esperta, é mais real e os personagens são realmente muito cativantes. “Looking” tem tudo para se tornar uma série referência. Seja pela temática ou pela abordagem desenvolvida, é uma série realmente muito boa.

Nota:
Bom

- publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias