A fall season 2016 continua aos poucos tomando conta dos canais de TV, mostrando de tal forma muitos retornos e novidades. E assim, no meio de tantos gêneros e projetos diversificados, o terror também ganhou um espaço. Mostrando uma abordagem diferente e construindo os seus próprios personagens, a série baseada no clássico O Exorcista encontrou um espaço de destaque por conta da sua temática e origem. Ainda assim, muitas inovações já começaram a surgir desde o seu início.

Na trama, Tomás Ortega (Alfonso Herrera) é um padre progressista, ambicioso e compreensivo, que coordena uma pequena paróquia localizada no subúrbio de Chicago. Já o padre Marcus Keane (Ben Daniels) trabalha num dos bairros mais pobres da Cidade do México, sendo completamente obcecado por sua missão religiosa. Ambos se encontram quando precisam lidar com o caso de possessão demoníaca que aflige a família Rance, que integra a paróquia do padre Tomás. Desesperada com a situação de sua filha Katherine (Brianne Howey), Angela (Geena Davis) procura a ajuda dos padres. Por mais que eles tenham grandes diferenças de comportamento, precisam unir forças para enfrentar o maior desafio de suas vidas.

o-exorcista-1-not2Mesmo trabalhando uma abordagem parecida com toda a seu franquia cinematográfica, ou até mesmo com o seu livro original, o interessante do programa em questão é que ele já chegou com novos personagens. A finalidade pode ser a mesma da sua origem, mas essa diferença chama exatamente atenção pelo caminho escolhido e a evolução dos mesmos. Cada um tem sua finalidade, sua crença e o método de seguir o seu caminho, formando assim componentes distintos para a evolução da trama de uma forma correta e que pode causar surpresas.

No lado da religião, é principalmente interessante ver as crenças e reações de Tómas e Marcus. Ambos segue o mesmo ideal, mas tem visões distintas por conta dos acontecimentos que presenciaram até ali. Enquanto um é mais cético, o outro já conhece o mal e se incomoda com isso. E isso serve exatamente como um excelente plot para a evolução da série, com a família no meio disso tudo e passando por situações assustadoras dentro de casa. A tensão é crescente por conta da temática, com frases de efeito bem colocadas ao longo da suas cenas.

Ainda falando sobre os envolvidos na produção, é válido ressaltar que as atuações também são parte da qualidade do que foi apresentado ao público. Tendo desde nomes já indicados ao Oscar, como Geena Davis, até recentes revelações como Alfonso Herrera, o programa ganha em qualidade por conta das suas entregas. Entretanto, o mais intrigante ainda é o personagem de Ben Daniels e toda a sua experiência e questionamentos que já começaram a surgir.

Contudo, nem tudo são flores. Tendo a missão de honrar o seu nome desde o começo, a série ainda deve passar por diversas provações ao longo da temporada. Até o momento vai bem, se desconsiderarmos alguns efeitos visuais grotescos. No entanto, uma coisa é certa: ganchos já foram criados de forma instigante para chamar atenção do público no que está por vir e a temática tem uma excelente gama de possibilidades para o futuro. Qual será o caminho escolhido ainda é cedo para saber, mas se todas as questões pessoas e espirituais forem trabalhadas de forma correta, O Exorcista pode acabar saindo da sombra do seu original e traçar um caminho promissor na televisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here