Dumbo | Crítica

O longa chega aos cinemas dia 29.

publicidade:

Classificação:

Nota ótimo

pôster de dumbo live-action
Divulgação

Marcando mais uma adaptação em live-action da Disney, a nova versão de um dos grandes clássicos animados do estúdio finalmente chega aos cinemas. E assim, Dumbo volta para as telas com uma importante mensagem, sendo uma das melhores adaptações apresentadas pela empresa do Mickey.

A trama segue Holt Farrier (Farrel), uma ex estrela do circo encontra sua vida virada de cabeça para baixo quando retorna da guerra. O dono de Circo Max Medici (DeVito) inscreve Holt para cuidar de um recém-nascido elefante cujas orelhas enormes o fazem ser chacota em um circo já problemático. Entretanto, quando os filhos de Holt (Parker e Hobbins) descobrem que Dumbo pode voar, um empreendedor convincente V.A. Vandevere (Keaton) e uma artista aéreo chamada Colette Marchant (Green) aparecem com a promessa de tornar o peculiar paquiderme em uma estrela.

Sendo uma produção comandada por Tim Burton, não é nenhuma surpresa que o mundo de Dumbo seja levado aos cinemas com um visual de cores mais pungentes. Característico da sua direção, Burton não mede esforços em deixar claro os traços de personalidade dos personagens bem marcados; além de também direcionar a história de maneira fluída junto do roteiro.

Mesmo que não seja uma cópia exata da animação, a adaptação em live-action escrita por Ehren Kruger ainda consegue passar a mensagem importante que o desenho transmite: superação, esperança e, acima de tudo, a importância da família.

Já no começo do filme, o trem do Circo dos Irmãos Médici é utilizado para introduzir os personagens de maneira rápida e simples, narrando um pouco da trajetória do grupo por meio de sobreposições de filmagens enquanto o trem viaja pelos EUA. É um método simples, mas eficiente, e então logo o espectador é levado a conhecer Milly, Joe e Holt Carrier.

Todos os personagens que aparecem mais a frente (Collete e Vandevere) tem seu papel já bem óbvios pela interpretação dos atores. Suas intenções ficam claras já desde o começo, tanto para uma interação entre Collete e Holt, quanto como o estabelecimento de Vandevere como o proposto vilão.

Talvez o ponto negativo do filme esteja realmente neste ponto de obviedade. Em tempos onde os expectadores estão mais acostumados com vilões que tem uma motivação mais trabalhada e estabelecida, parece que, mesmo contando com Michael Keaton para o papel, esse desenvolvimento de personagem foi deixado de lado.

Em relação aos animais, o que é visto em tela em Dumbo já adianta que o filme do Rei Leão não vai decepcionar. Mesmo que ainda conte com a mescla de atores e animais em CGI – tendo os atores como abundância em relação aos outros -, o longa já mostra que a Disney chegou a um bom patamar em relação ao seu trabalho com computação gráfica e conseguiu entregar a criação do elefantinho de maneira espetacular.

Sem pontos a serem criticados, a fotografia do live-action conta com um bom equilíbrio de planos para narrar a sua história. Além disso, um ponto positivo na imersão do espectador que deve ser destacado vem justamente da utilização do olhar em primeira pessoa para algumas cenas – dando ênfase ao POV do pequeno elefantinho -, algo que, inclusive, ajuda na compreensão dos sentimentos de Dumbo.

Por fim, o live-action chega como uma das melhores adaptações do estúdio. Contando com um ótimo trabalho de CGI, o longa pode ser considerado um dos melhores filmes de Tim Burton, além de entregar uma importante mensagem sobre superação, esperança e família. No mais, Dumbo abre as portas para uma nova era das clássicas histórias da Disney nos cinemas e mostra que a empresa tem um grande potencial ao entregar os desenhos já amados pelo público de uma nova maneira.

Confira também: Dumbo | Filme com atores ganha novo trailer com trechos inéditos

Collin Farrell (Na Mira do Chefe)Michael Keaton (Birdman), Danny DeVito (Batman Returns), Eva Green (Penny Dreadful), Roshan Seth, DeObia Oparei, Sharon Rooney e Douglas Reith estão no elenco do filme. Nico Parker e Finley Hobbins também fazem parte do projeto.

Dumbo foi dirigido por Tim Burton (A Fantástica Fabrica de Chocolates), enquanto Ehren Kruger (Ophelia) assinou o roteiro da adaptação.

Dumbo chega aos cinemas em 29 de março de 2019.

Não deixe de acompanhar as todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

publicidade: