-publicidade-

-publicidade-

BONNIE & CLYDE | EM DVD / BLU-RAY

Bonnie & Clyde
Bonnie & Clyde

Tráfico, assaltos, golpes, todos tem o seu espaço garantido em produções cinematográficas. São características antigas, que foram conquistando o seu espaço no decorrer da história e sendo passadas para outros gêneros. E claro, dentro de isso tudo ainda existem as determinações, buscas por mudanças e outras tantas motivações envolvendo personagens. Contudo, até onde vai a ficção? Em 1967 uma história da dupla de criminosos Bonnie & Clyde ganhou destaque na sétima arte, quebrou tabus existentes para a época, chamou a atenção da crítica, do público e conquistou fama através da sua abordagem polêmica. Agora, quase 50 anos depois, os criminosos voltam a entrar em foco em uma minissérie homônima em busca de lembranças e renovação.

A trama começa mostrando Clyde Barrow ainda pequeno, cometendo pequenos crimes e vislumbrando o seu futuro através de algumas estranhas visões.Quando cresce, no meio da sua vida criminosa, ele conhece de maneira inesperada a jovem Bonnie Parker. A partir de então, tudo começa a acontecer e logo a infame dupla da Era da Depressão passa a conquistar fama por conta de uma enorme lista de façanhas criminais. Com um talento especial para estar sempre um passo à frente, Bonnie e Clyde conseguem escapar diversas vezes sem serem capturados. Entretanto, tudo tem um limite, e quando a dupla passa a cometer crimes mais arriscados e perigosos, a força da lei vai atrás deles em uma grande perseguição que resulta no final de uma conhecida história.

Com um estilo exato para lembrar filmes antigos, o projeto é forte no seu aspecto de ambientação desde o início. Direção e fotografia são essenciais no seu desenvolvimento ao saber exatamente o que será mostrado, mas é um outro ponto que realmente ganha a atenção do espectador. A narrativa é chamativa por conta de suas características únicas, especialmente por mostrar um aspecto de premonição diferente vindo de Clyde. E é com esse aspecto que o roteiro vai sendo desenvolvido, com acontecimentos e ligações sendo apresentados no momento. Um único gênero logo também se faz pouco perto do que é mostrado, já que as cenas vão de momentos envolvendo romance, passando por dramas, até chegar naqueles que envolvem crimes e grandes perseguições.

É claro, além de todas as questões técnicas, os atores também merecem o reconhecimento. Emile Hirsch sabe como utilizar todos os aspectos e contextos do projeto para apresentar o seu próprio Clyde, criando um perfil completo desde o começo do título e mostrando um grande talento até a última cena, sempre passando o sentimento certo ao espectador e conseguindo manter o foco nos dois protagonistas, o que não é fácil. E a dificuldade vem exatamente por conta da atuação e encanto de Holliday Grainger. Como Bonnie Parker, a atriz sabe ser corajosa, determinada e sexy quando necessário. Uma personagem que é realmente marcante, mostrando valores, fraquezas, acertos e erros da criminosa.

Logo, entretanto, também existem reviravoltas que chegam por conta das atitudes da dupla. O jornalismo, que no começo acaba representando o mesmo que o título de 1967 fez, se coloca ao lado dos bandidos e retrata uma busca por amor, compreensão, sexo e crimes. Contudo, quando o assassinato entra em cena tudo muda de figura. É, também, a partir desse momento que a figura da dupla passa a ter outra descrição na parte de perseguições.

É extremamente interessante ver como a trama realmente tem dois lados da moeda em sua história. O desenvolvimento é claramente dividido, sendo também entendido por conta das mudanças de atitudes e acontecimentos que são mostrados. Antes de ferir um humano, a dupla é retratada também para o espectador de forma diferente, mais uma aventura de amor e crimes, a busca por um sonho. Entretanto, a segunda parte realmente mostra o contrário, os crimes, os conselhos de Clyde para abandonarem, mas o sonho de Bonnie pela fama.

Além de toda essa retratação, ainda é interessante observar como todos os principais momentos da produção são desenvolvidos sob os olhos de Clyde e seus “sonhos”. Ele, afinal de contas, parecia saber o seu destino se não parasse com tudo. E claro, para trabalhar tal época, a crise de 1929 também é retratada, mostrando assaltos inicialmente vazios, a falta de dinheiro, um país quebrado e grandes viagens dos protagonistas em busca de algum resultado. No geral, é realmente um projeto recheado de tensão, perseguições e reviravoltas, que vale a pena conferir mesmo que você tenha visto o antigo filme por conta de sua visão diferente em alguns aspectos. Bonnie & Clyde não deixa nada a desejar, já que desde a sua primeira cena está sempre buscando trabalhar apenas os melhores aspectos que cada gênero pode oferecer, sabendo exatamente como prender o público do início ao fim.

Classificação:

BONNIE & CLYDE | EM DVD / BLU-RAY
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, formado em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (atualmente conhecido como UniAcademia), mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter no Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias