-publicidade-

A PARTE 2 DA OUTRA PARTE | KINOS

Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2
Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

Se tempo é dinheiro, Hollywood tá com a mão nos ponteiros. Houve um momento (quem conta isso é o Henry Jenkins e já escrevi sobre o assunto) em que o cinema se preocupava em contar uma boa história. Depois, o foco estava nos personagens, que rendiam mais filmes. Enfim, os universos permitiam que vários personagens fossem explorados, gerando spin offs não apenas nas telonas, mas em diversas outras mídias.

Fazer um filme ir além de si mesmo, no que é chamado de franquia, é moleza desde Star Wars, e transformar essa história de duas horas em bonecos, jogos, livros e programas de televisão é magia conhecida para os bruxos da sétima arte americana. O caminho inverso também foi tentado, como, entre outros, no caso Transformers: criaram o desenho animado pra vender bonecos. Anos depois, Optimus e companhia vão pra telona deixar tonto o espectador em meio aos detalhes das transformações e da porradaria robótica.

O que Hollywood fazia tão bem e parece ter desaprendido em alguns casos é adaptar livros pro cinema. Sem apegos ao clichê “o livro é melhor que o filme”, o que hoje acontece é o sujeito demorar menos tempo lendo o livro do que vendo as várias partes que ele tem no cinema. Não é uma questão de ver várias partes de uma história quando ela realmente tem várias partes, como ocorre com O senhor dos anéis, mas ver uma história em várias partes quando ela não possui essas várias partes. O autor pode ter pensando na história como um todo e por mais que adaptar seja reescrever, há limites.

Da nova safra de sagas e adaptações, o primeiro problema está com Harry Potter 7 parte 1. Quando o primeiro filme acaba, a sensação é de que alguém acendeu a luz de repente, como se o filme tivesse queimado ou a polícia tivesse entrado no cinema pra pegar o Marighella. Tá, e daí? pergunta-se o espectador. E nem sempre ele lê aquele monte de coisas que sai na mídia antes. Pode até nem ter tido tempo de ler o Cinefagia (tem perdão?). O indivíduo só queria entrar no cinema e ver um filme, não meio.

Diferente de Matrix Reloaded (o que não faz dele um bom filme), em que a história é construída pra deixar as brechas que vão levar ao próximo filme (pior ainda). Ou muito diferente de Kill Bill, onde a diferença entre os dois filmes é clara, em termos estéticos e verbais, basta vê-los em sequência pra perceber. Quem, ainda assim, não conseguir, veja qualquer entrevista do Tarantino sobre os filmes que ele explica.

- publicidade-

Outro dia tava tenso pra ler Esperança a tempo de ver Jogos Vorazes 3 parte 1 no cinema, mas alguém disse “pode ler só meio”. Se fosse pra ler meio livro, a autora poderia ter escrito metade: ia ser mais fino, mais fácil de carregar e mais gente preguiçosa ia ler. Mas não escreveu, então não precisa dividir. Acabei não vendo o filme, porque a questão política do livro é tão intensa que resolvi acabar de ler tudo primeiro e o filme saiu de cartaz (sobrou dublado, não conta).

Pode piorar: a trilogia Crepúsculo, não bastasse não ser uma trilogia, ainda foi penta. Coitado do indivíduo neurótico, que insiste em terminar tudo o que começou: leu o primeiro livro só pra saber como era e ainda teve que ver 5 filmes. Vamos torcer pros 50 tons de cinza não se tornarem uma série sem precedentes. Nem Jason teve tantas oportunidades.

Quando o cinema mudou o foco das boas histórias pros bons personagens e destes pros universos, acabou cedendo à ganância. É mais fácil, principalmente com as novas tecnologias, filmar muito do que pensar em como recontar a história com objetividade. Se o cinema ganha em quantidade, perde em qualidade, pois grandes histórias da literatura poderiam ser grandes filmes e até filmes grandes, mas viram grandes frustrações.

- publicidade -
- publicidade -
-publicidade-

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Siga Nossas Redes Sociais

545,305FansCurtir
31,529SeguidoresSeguir
21SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir
20,489SeguidoresSeguir
57InscritosInscrever
publicidade: A PARTE 2 DA OUTRA PARTE | KINOS

Últimas Postagens

Desalma | Tudo sobre a nova série brasileira do Globoplay

Meses após ter o seu desenvolvimento já confirmado, a série Desalma finalmente foi lançada pela plataforma de streaming Globoplay. E com isso, agora reunimos...

As séries renovadas e canceladas pela Netflix em 2020

Assim como as tradicionais emissoras de TV, a Netflix também aos poucos vai determinando as séries que ganharão novas temporadas, as que serão canceladas,...

The Alienist 3ª temporada vai acontecer? Confira o que sabemos

Após ter todos os seus episódios exibidos nos EUA pela TNT, a 2ª temporada da série The Alienist, que por sua vez leva o...

Ghostbusters – Mais Além e O Homem Nas Trevas 2 ganham novas datas de estreia

Assim como vem acontecendo com outros estúdios, aos poucos a Sony Pictures também vai reformulando o seu calendário de lançamentos para 2021. E assim,...

Liga da Justiça Snyder Cut terá o retorno de Jared Leto como Coringa

Com o seu desenvolvimento anunciado há algumas semanas, e sua estreia definida para 2021 no HBO Max, o filme Liga da Justiça Snyder Cut segue...

Novidades na Netflix | Confira a lista com os lançamentos de novembro

Sempre cercada por novos projetos originais, a Netflix revelou algumas das suas principais adições no catálogo e lançamentos para o mês de novembro. E...

Animaniacs | Assista ao primeiro trailer do reboot da série animada

Com a sua estreia anteriormente já confirmada para novembro, o reboot da série animada Animaniacs voltou a ganhar novidades. E após um teaser revelado durante a...

Raya e o Último Dragão | Assista ao primeiro trailer da animação

Com a sua estreia atualmente definida para acontecer em 2021, aos poucos a animação Raya e o Último Dragão (Raya and The Last Dragon...