-publicidade-

-publicidade-

Além do Hotel Cecil: 4 lugares macabros que você pode visitar nos EUA

Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil já está disponível na Netflix.

Nova Imagem de Cena do Crime - Mistério e Morte no Hotel Cecil
Divulgação

Com a chegada da série documental Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil, a curiosidade por assuntos que giram em torno de lugares macabros e assombrados começa a tomar conta de quem assistiu o novo projeto da Netflix. Não sei você que está lendo, mas pessoalmente, a pessoa que vos escreve tem muito interesse sobre esse tipo de assunto e confesso que gostaria de visitar alguns lugares com esse tipo de pinta assombrada.

Sejamos sinceros… Só de pensar que o Hotel Cecil não é o único lugar nos EUA que conta com uma história bizarra, fica aquela pulga atrás da orelha em querer saber quais outros lugares você pode encontrar por aí no mundo, não é mesmo?

Foi justamente pensando nisso que resolvemos reunir 4 lugares macabros que você pode visitar nos EUA – e talvez, depois de fazer isso, contar para a gente sobre a sua experiência. 

Confere só:

THE STANLEY HOTEL

stanley hotel - post hotel cecil lugares macabros
COURTESY OF THE STANLEY HOTEL OFFICIAL WEBSITE

Localizado em Colorado, mais precisamente em Estes Valley, o Hotel Stanley ficou mais conhecido por ser a inspiração por trás do livro O Iluminado, de Stephen King – que mais tarde ganhou sua adaptação cinematográfica com mesmo nome, dirigida por Stanley Kubrick e estrelada por Jack Nicholson.

Como registrado no site oficial“a história do Stanley Hotel começou em 1903 quando o inventor Freelan Oscar Stanley chegou ao vale, fraco e abaixo do peso devido aos sintomas de tuberculose. Para sua surpresa, somente uma temporada no local foi o suficiente para restaurar sua saúde. Muito feliz, ele jurou retornar para o local todo verão para o resto da sua vida. […] No entanto, ele e sua esposa, Flora, estavam acostumados com a sofisticação da sociedade da Costa Leste. […] Juntos, eles resolveram construir um hotel grandioso e bonito.”

O hotel foi inaugurado oficialmente em 1909, mas foi somente em 1970 que a sua história se cruzou com o escritor Stephen King – que, segundo fontes, teve um pesadelo em que viu seu filho sendo caçado pelos corredores longos e vazios do hotel. Inspirado pela sua experiência, o autor acabou por escrever seu primeiro best-seller e uma das suas obras mais famosas até hoje.

Assim como no Hotel Cecil, há locais específicos que as pessoas vão visitar e no site oficial você pode encontrar os chamados “Spirited Rooms” – quartos considerados assombrados e disponíveis para você passar sua estadia. Como listado nos canais oficiais e também mencionados por quem já foi para lá, os quartos favoritos por quem se aventura a visitar o local são: a famosa suite em que Stephen King ficou, 217, além dos quartos 401, 407 e 428.

THE QUEEN MARY HOTEL

the queen mary hotel - post hotel cecil
COURTESY OF THE QUEEN MARY HOTEL

Situado em um navio que fica atracado em Long Beach, Califórnia, o Queen Mary – como é comulmente chamado – é considerado o hotel mais assombrado dos EUA (sim, mais assombrado que o Hotel Cecil!).

Segundo a história, o RMS Queen Mary foi um navio colossal que foi maior, mais rápido e poderoso do que o Titanic. Com sua construção completada em 1936, o Queen Mary hospedou ricos e famosos ao longo do Atlântico, incluindo Duques e Duquesas de Windsor, Greta Garbo, Clark Gable, David Niveb, Mary Pickford, George e Ira Gershwin, e até mesmo Sir Winston Churchill.

Foi somente quando a 2ª Guerra Mundial começo, em 1939, que as viagens de luxo pararam e o Queen Mary foi transformado em um navio de tropa que seria conhecido como The Grey Ghost. Durante esse período, sua capacidade foi aumentada e no fim da guerra, o navio era capaz de carregar mais de 800 mil tropas, havia viajado mais de 600 mil milhas e teve um papel grande em toda campanha de Aliados.

Com sua missão de guerra completa, o Queen Mary foi reformado e voltou às suas atividades de cruseiros elegantes em julho de 1947, mantendo serviço entre Southampton, Cherbourg e Nova Iorque. No entanto, com a queda de cruseiros transatlânticos, o navio fez sua viagem final em 9 de dezembro de 1967 para Long Beach, onde ficou atracado permanentemente.

Como no Hotel Cecil, o luxuoso navio também conta com vários relatos sobre mortes na época em que o mesmo estava ativo, além de experiências sobrenaturais reportadas por quem já se hospedou por lá. Estes são os locais listados como mais macabros/assombrados:

Stateroom B340

Este talvez é um dos locais que mais se aproximam da história do Hotel Cecil.

Em 1948, um passageiro britânico que estava hospedado na terceira classe, Walter J. Adamson, faleceu em seu quarto. Os detalhes da sua morte ainda são desconhecidos, mas há relatos de que uma mulher que estava hospedada em seu quarto em 1966 acordou com as suas cobertas sendo puxadas e ela viu um homem em pé na frente da sua cama. Porém, com sua reação ao ocorrido, o homem desapareceu.

Também há relatos de que hóspedes já ouviram batidas na porta no meio da noite e vendo as luzes do banheiro ligarem misteriosamente. Empregadas do hotel também já viram os registros de água ligados quando ninguém estava no quarto e cobertas sendo puxadas.

The Mauritania Room 

Em 1989, duas mulheres foram enviadas para limpar o salão da recepção VIP. Quando elas entraram no local, encontraram um passageiro sentado na cadeira no meio do salão de dança, mas ele permaneceu em silêncio. Quando uma terceira mulher chegou para ajudar na limpeza, ela relatou que o passageito a encarava e pediu para que ela saísse de lá.

Ao chamarem a segurança, o passageiro simplesmente desapareceu na frente delas.

The Mayfair Room

Esse cômodo já foi um salão de beleza, mas agora é usado como escritórios para o hotel. Em 2001, um membro da equipe chegou cedo para trabalhar – mais precisamente às 5h30 da manhã – e simplesmente sentiu que algo estava errado.

Apesar do sentimento, ela foi para o seu escritório para trabalhar e sentiu frio – algo que estava fora do comum -, e mais tarde ela sentiu alguém encostando na parte de trás da sua cadeira, mas ninguém estava lá. Após alguns minutos, ela viu uma figura branca e transparente passando pelo cômodo e atravessando a porta.

The First Class Swimming Pool

Atualmente abandona, a piscina é um dos locais que conta com atividades paranormais.

De acordo com relatos, pessoas já viram vários fantasmas por lá, incluindo uma jovem moça com uma saia de jogar tênis andando pelas escadas e desaparecendo por trás de um pilar, uma mulher em um velho vestido de noiva perto da piscina com um garoto também trajado com um terno, e uma nuvem de vapor aparecendo junto de uma garotinha que veste um vestido azul e branco e desaparece após um instante.

Boiler Room #4

Várias pessoas já reportaram terem visto uma garotinha nessa área, às vezes chupando o dedo e às vezes com uma boneca na mão.

Hatch Door #13

Mais um dos locais que mais se aproximam da história do Hotel Cecil, a porta da escotilha também é conhecida como Shaft Alley e foi o local de um acidente horrível: um dos funcionários foi esmagado e morreu lá.

Segundo o que é falado, seu fantasma é visto regularmente na área e pessoas relatam que conseguem escutar o som de alguém correndo atrás deles e assoviando. Outros também notaram que marcas que parecem dedos aparecem em suas faces, além de haver relatos em que pessoas viram um homem barbado em uniforme azul que se parece com o funcionário que faleceu.

Outros hóspedes mencionaram um mecânico andando pelos corredores perguntando se eles viram sua chave inglesa, mas quando eles retornaram para procurar o funcionário, ele havia desaparecido.

THE HOLLYWOOD ROOSEVELT HOTEL

roosevelt hotel - post hotel cecil
COURTESY: GC IMAGES

Se Nova Iorque tem o Hotel CecilLos Angeles tem o Hotel Roosevelt.

Como descrito no seu site oficial, o Hotel Roosevelt foi inalgurado em 1927 e ficou famoso pelas celebridades que se hospedaram lá durante suas vidas e dois atores que supostamente nunca deixaram o local – mesmo após a morte. 

Segundo o que é reportado, atores como Errol FlynnShirley TempleBrad Pitt e Angelina Jolie estão entre os nomes que frequentaram o hotel nos últimos anos; e Marilyn MonroeCharlie ChaplinClark Grable e Carole Lombard estão entre os artistas que fizeram parte da sua história. Porém, o lado macabro deste hotel está em relatos sobre supostas aparições dos fantasmas de Marilyn MonroeMontgomery Clift.

Assim como os outros hotéis citados e o Hotel Cecil, há alguns lugares pontuais onde os hóspedes relataram ver ambos os falecidos atores, sendo um deles o quarto 1200 – local onde Monroe se hospedou durante anos – e o quarto 928 – onde Clift é supostametne visto.

“Muitos vêem Marilyn no espelho. Também há relatos de verem uma garotinha em um vestido azul.”, um funcionário contou ao The Hollywood Reporter. É importante citar que este espelho costumava ficar no quarto em que a atriz se hospedava, mas após alguns anos, o mesmo foi removido e levado ao saguão principal.

Diferente de Monroe, os relatos indicam que Clift foi o responsável por importunar hóspedes ao escostar nas pessoas, vigiando empregadas no quarto 928, tocar trompete e até mesmo impedir hóspedes de se mexerem ao deitarem na cama. Outro relato indica até mesmo a aparição de seu vulto andando pelos corredores ou vigiando quem estava em seu antigo quarto.

THE MILLENNIUM BILTMORE HOTEL

millennium biltmore hotel -  post hotel cecil
COURTESY OF MILLENNIUM HOTELS OFFICIAL WEBSITE

Situado em Downtown Los Angeles, o hotel Biltmore, como é mais conhecido, está em operação desde 1923 e conta com um legado recheado de nomes conhecidos na história – desde celebridades como Al Capone até presidentes como John F. Kennedy -, além de também fazer parte do cenário de vários filmes e séries de TV – como Chinatown, Ghostbusters e Wedding Crashers, além de alguns episódios de American Idol e Mad Men.

O que faz deste hotel luxuoso um lugar macabro é o fato de que vários funcionários reportaram ter ouvido barulhos de fantasmas vindos do primeiro andar – onde está o salão de baile – e inúmeras ocasiões onde a temperatura dos locais mudava ao longo do hotel. Além disso, também há relatos de hóspedes que viram um fantasma de uma enfermeira militar andando nos corredores do segundo andar e uma garotinha no nono andar.

No entanto, o que realmente traz o tom paranormal para o Biltmore é o fato que este foi o último lugar em que a atriz Elizabeth Short, mais conhecida como Black Dahlia, foi vista antes da sua morte (um assassinato brutal) em 1947. Hóspedes reportaram ver seu fantasma no décimo e décimo primeiro andar do hotel, assim como em momentos em que eles frequentaram os elevadores (uma coincidência muito estranha com o Hotel Cecil, não é?).

Confira também: Elisa Lam | As teorias sobre a misteriosa morte da jovem no Hotel Cecil

Sobre Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil

Do diretor Joe Berlinger (Conversando com um serial killer: Ted Bundy, Paradise Lost)Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil é a primeira temporada de uma nova série documental que desconstrói a mitologia e os mistérios em torno de locais infames de crimes contemporâneos. Há quase um século, o Hotel Cecil, no centro de Los Angeles, é associado a algumas das mais notórias atividades da cidade, de mortes prematuras a hóspedes serial killers.

Em 2013, a universitária Elisa Lam estava hospedada no Hotel Cecil quando desapareceu, iniciando um frenesi na mídia e mobilizando uma comunidade global de detetives internéticos ansiosos para solucionar o caso. O desaparecimento de Lam, mais recente capítulo na complexa história do Hotel Cecil, oferece uma visão arrepiante e cativante de um dos locais mais nefastos de LA.

Cena do Crime – Mistério e Morte no Hotel Cecil já está disponível na Netflix.
Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games do Jornada Geek. Aproveite também para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitter, instagram e também no Google News.
Além do Hotel Cecil: 4 lugares macabros que você pode visitar nos EUA
Amanda Vizagre
Formada em Audiovisual, sua aventura no Jornalismo começou justamente com um convite para escrever no Jornada Geek. Amante da sétima arte, tem "Chaplin", o musical "Billy Elliot" e a série "24 Horas" dentre as suas produções favoritas. Na música, tem um gosto eclético e prefere deixar a escolha para o momento. E no universo de heróis, a trilogia "Batman" é sua escolha a qualquer momento, mesmo que a maioria dos seus heróis favoritos estejam na Marvel.
- publicidade -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

539,378FansLike
60,571FollowersFollow
22FollowersFollow
0FollowersFollow
20,278FollowersFollow
57SubscribersSubscribe
Além do Hotel Cecil: 4 lugares macabros que você pode visitar nos EUA

Últimas Notícias