Brasil está no mapa das competições dos e-Sports: conheça as principais competições que acontecem no país

publicidade:
e-sports
Foto por Sam Churchill/CC BY 2.0: Público dos campeonatos já atinge a casa dos milhares

Faz muito tempo que os e-Sports deixaram de ser uma categoria pouco conhecida para conquistar o coração do público. No Brasil não é diferente e o famoso país do futebol hoje está no mapa de algumas das principais competições internacionais.

Crescimento impressionante

O mercado global de e-Sports tem crescido a uma média de 32,6% desde 2012, com a América do Norte, a China e o Brasil ocupando as três primeiras posições. A receita global deve superar US$ 900 milhões até o final de 2019 ano e exceder US$ 1,6 bilhão até 2021. São números que impressionam e que fazem sentido considerando o crescimento da modalidade.

Falando nisso, o crescimento da audiência do setor é impactante. São mais de 450 milhões de espectadores espalhados ao redor do globo e o número deve ultrapassar meio bilhão em 2021.

De acordo com dados fornecidos pela empresa Newzoo, a terceira posição do Brasil no setor se deve a um público nacional que engloba mais de 66 milhões de pessoas. Ao mesmo tempo, o país se encontra na décima posição em questão de faturamento.

A ascensão dos e-Sports em todo o mundo está ligada ao crescimento das apostas no resultado das partidas e campeonatos. Diversos sites de apostas online, como o Betway, estão na vanguarda dessa onda e contam com várias opções para os fãs da modalidade.

De acordo com companhias especializadas no setor, as apostas totais relacionadas a e-Sports chegarão a US$ 7 bilhões até o final de 2019 e quase dobrarão até 2020. Um número que está relacionado ao maior número de competições ao redor do mundo, incluindo o Brasil.

Brtt Flamengo
Foto por Liquipedia/CC BY-SA 4.0: Felipe “brTT” Gonçalves defendendo o time de e-sports do Flamengo em uma partida do CBLoL

Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL): maior competição nacional

Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) é a principal competição realizada no país e conta com todas as principais equipes brasileiras disputando entre si tanto pelos grandes prêmios nacionais quanto por vagas em torneios internacionais.

O campeonato surgiu em 2012 na prestigiada Brasil Game Show (BGS), mas no ano seguinte já contava com seus próprios eventos. Nos primeiros dois anos o torneio foi baseado em etapas classificatórias seguidas de mata-mata (playoff) nas finais, mas em 2015 o CBLoL adotou o formato atual de pontos corridos com a liga dividida em duas etapas.

As partidas ao decorrer do campeonato acontecem em São Paulo no estúdio da Rio Games, desenvolvedora do jogo, durante os finais de semana. Já as finais costumam ser em grandes estádios como o Allianz Parque, estádio do Palmeiras, um time que também conta com outras parcerias nos games.

Independente do local onde são disputadas, todas as partidas são transmitidas por meio dos canais oficiais da Riot Games no Twitch e no YouTube. Além dessas plataformas, em 2019 também será possível acompanhar os jogos pelo SporTV 2.

Muitas competições internacionais contam com etapas no país

Não é apenas o CBLoL que movimenta os brasileiros fãs do e-Sport e ao longo dos últimos anos o país já recebeu uma série de competições internacionais de grande renome.

Um dos principais destaques do ano passado foram as finais da 8ª Temporada da Pro League de Rainbow Six, um título tão popular que está em vias de adaptação para o cinema com o astro Michael B. Jordan capitaneando a produção.

O evento ocorreu na Arena da Barra (Parque Olímpico do Rio de Janeiro) e cerca de 24 mil ingressos vendidos para os dois dias de competição. Na ocasião, a equipe G2 superou a brasileira FaZe Clan para faturar o título e US$ 75 mil. O time brasileiro Immortals também participou do torneio, mas foi eliminado na estreia.

O Brasil também já recebeu a etapa final para as regiões da América Latina, América do Norte e Europa da 2ª Temporada da Valor Series do game Arena of Valor. Os brasileiros brilharam e a equipe Nova foi a campeã da América Latina, que lhe rendeu US$ 20 mil (R$ 78,4 mil) e uma vaga para o mundial.

Futuro deve contar com ainda mais eventos

O Brasil já hospeda muitos eventos, mas se depender de investimentos nacionais, o número deve aumentar ainda mais no futuro. Apenas em 2018 foram investidos mais de R$ 100 milhões na indústria brasileira e o número de companhias do setor cresceu mais de 180% nos últimos anos.

Da grande quantidade de competições e qualidade das equipes brasileiras até os investimentos realizados no setor, tudo indica que o país conquistará uma importância cada vez maior no cenário mundial dos e-Sports e o futuro da modalidade por aqui não poderia ser mais promissor.

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

publicidade: