HomeColunasCruella | Quando o filme poderá ser visto sem custo adicional no Disney+?

Cruella | Quando o filme poderá ser visto sem custo adicional no Disney+?

Filme já está disponível com Premier Access no Disney+.

Emma Stone é a Cruella de Vil
Divulgação

Anos após ter o seu desenvolvimento anunciado, e até ter sido adiado por conta da pandemia de coronavírus, o filme Cruella finalmente foi lançado nesta sexta-feira, 28 e maio, nos cinemas e também no Disney+ com custo adicional para o Premier Access. Contudo, quando o filme estará disponível sem a taxa? Separamos a resposta logo abaixo.

Afinal, quando o filme Cruella poderá ser visto no Disney+ sem taxa adicional?

Se você não estiver disposto a pagar os R$ 69,90 cobrados pela Disney como taxa para o seu Premier Access para assistir ao filme Cruella já a partir do dia 28 de maio no Disney+, então certamente terá que esperar alguns dias para que isso aconteça.

Até o momento é de conhecimento que o longa de origem da icônica vilã dos 101 Dálmatas estará disponível para compra dos usuários pelo valor citado no período de 28 de maio até 11 de junho. No período em questão, os assinantes poderão ver a animação quantas vezes quiserem nos seus dispositivos preferidos, ao mesmo tempo em que o filme entra em cartaz nos cinemas.

Por sua vez, especulações já começaram a surgir também sobre quando Cruella estará disponível para aqueles que quiserem aproveitar sem a tão polêmica taxa adicional. Inicialmente chegou a ser apontado que o mesmo estaria disponível ao público geral no Disney+ somente em agosto, mas agora uma nova data foi confirmada pela própria empresa: 16 de julho.

Se pararmos para analisar, a data em questão faz grande sentido em cima também de decisões anteriores, já que Raya e o Último Dragão também demorou cerca de 1 mês e meio para ser disponibilizado neste formato. E, pensando de tal forma, talvez já possamos ter até uma noção do período de lançamento de Viúva Negra e outros títulos que possam vir a seguir a mesma ideia.

Decisão em lançar Cruella no Disney+ foi tomada por conta da pandemia

Cruella
Divulgação

Assim como aconteceu anteriormente com os filmes Mulan e Raya e o Último Dragão, a decisão da Walt Disney em lançar Cruella simultaneamente nos cinemas e Disney+ aconteceu justamente por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19). O filme, como os outros dois citados, originalmente foi produzido e pensado para ser lançado nos cinemas.

Entretanto, como já destacado em outras oportunidades, a taxa adicional do Premier Access não vem agradando ao público completamente. Mesmo que tenha dado certo até o momento, afinal vem sendo repetida, a mesma gerou reclamações nas redes sociais por conta do seu elevado valor no Brasil de R$ 69,90. Fora isso, diversas empresas de cinema, como o Cinemark, seguem sendo contra tal ideia. Resta saber agora se eles também deixarão de exibir Cruella em suas salas como aconteceu com Raya.

Ainda assim, o formato híbrido parece ser o formato da moda no momento por diversos motivos. O principal deles, é claro, envolve a busca dos estúdios em recuperar o investimento nos seus projetos usando as suas próprias plataformas. Algo que, além da Disney, a Warner já definiu fazer também com o HBO Max nos EUA (mas sem preço adicional).

Confira o trailer do filme:

Confira também: Mais de 20 filmes e séries que serão lançados pelo Disney+ em 2021

Sobre o filme Cruella

Cruella, novo filme live-action apresenta a história da lendária e mais icônica – e notoriamente fashion – vilã da Disney, Cruella de Vil. Ambientado na Londres dos anos 70 em meio à revolução do punk rock, o filme mostra uma jovem vigarista chamada Estella (Emma Stone), uma garota inteligente e criativa determinada a fazer um nome para si através de seus designs. Ela faz amizade com uma dupla de jovens ladrões e, juntos, constroem uma vida para si nas ruas de Londres.

Um dia, o talento de Estella para a moda chama a atenção da Baronesa Von Hellman (Emma Thompson), uma lenda fashion que é devastadoramente chique e assustadora. Mas o relacionamento delas desencadeia um curso de eventos e revelações que farão com que Estella abrace seu lado rebelde e se torne a Cruella má, elegante e voltada para a vingança.

Craig Gillespie (Eu, Tonya) assumiu o cargo como diretor do projeto no lugar de Alex Timbers, que por sua vez deixou o mesmo por conta de conflitos em sua agenda. Tony McNamara assina a versão mais recente do roteiro. Emma Stone é a intérprete da personagem protagonista. Por sua vez,  Emma Thompson (Um Ato de Esperança) é a intérprete de uma importante personagem referenciada apenas como A Baronesa.

O elenco do filme Cruella é formado também por Paul Walter Hauser como Horácio e Joel Fry como Jasper, os dois conhecidos capangás da personagem em 101 Dálmatas, assim como Mark Strong como Boris, Emily Beecham como Anita, Kirby Howell-Baptiste como Tabitha e Jamie Demetriou como Gerald.

Vale também destacar que o filme continua cercado por um rumor, já que o ator Dev Patel chegou a ser noticiado como o possível intérprete de Roger no filme. Entretanto, o mesmo nunca chegou a ser anunciado para o papel. Por sua vez, no filme o personagem que leva este nome é interpretado por Kayvan Novak. O personagem em questão é o dono de Pongo, o Dálmata que ajuda Roger a conhecer e se apaixonar por sua esposa, Anita.

Além do filme protagonizado por Cruella, a Disney ainda está preparando para os próximos anos os lançamentos de projetos em live-action Pinóquio, A Pequena Sereia, Branca De Neve e os Sete Anões, A Espada Era a Lei, além de ter lançado em 2019 uma adaptação de A Dama e o Vagabundo para o Disney+.

Cruella já está disponível nos cinemas e Disney+ com Premier Access.
Não deixe de acompanha todas as notícias sobre filmes, séries e games do Jornada Geek. Aproveite também para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitterinstagram e também no Google News.
- Publicidade -

Notícias relacionadas

Cruella | Quando o filme poderá ser visto sem custo adicional no Disney+?
Marco Victor
Fundador do Jornada Geek, formado em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (atualmente conhecido como UniAcademia), mas também um grande amante de filmes e antigo frequentador de locadoras. Outras paixões também existentes estão em Séries de TV, HQs, Games e Música. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC apesar de ter no Batman e As Tartarugas Ninja como os seus heróis favoritos.
- publicidade -

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here