Como é de conhecimento, ao longo dos últimos anos a Netflix vem apostando cada vez mais na produção de conteúdo original. E de lá pra cá os sucessos foram apenas se acumulando através de House of Cards, Orange is The New Black, Stranger Things, Demolidor, O Justiceiro, e tantos outros projetos. Agora, mais uma vez, a gigante do streaming está pronta para mergulhar em mais uma das suas ambiciosas narrativas através de Altered Carbon.

Ambientada no futuro, a série mostra uma realidade em que as mentes humanas são digitalizadas e transferidas de corpo em corpo. Contudo, em uma certa noite, o homem mais rico do mundo, Laurens Bancroft (James Purefoy), foi assassinado. Para investigar sua própria morte, ele trouxe de volta o ex-soldado da Envoy Takeshi Kovacs (Joel Kinnaman / Will Yun Lee), oferecendo ao oficial a chance de retornar à vida em troca de sua ajuda.

Altered Carbon
Divulgação: Netflix

Para começar, algo muito interessante de ser citado é que Altered Carbon é realmente uma produção bem diferente do que a gigante do streaming tem apostado. Desta vez, o projeto em questão nos lembra muito inicialmente por conta de seus aspectos projetos como Minority Report. Entretanto, essa é apenas uma das grandes e superficiais comparações que podem ser feitas por causa dos seus aspectos técnicos de ambientação, além de um roteiro de ficção. E assim, aos poucos essa visão vai mudando e se mostrando em uma abordagem ainda mais interessante do que se podia esperar.

Após toda essa ambientação ser apresentada, é aí que aos poucos a trama vai chamando sua atenção de forma crescente. Detalhes são apresentados envolvendo exatamente a troca dos humanos de corpo, ou capas como citado. Com isso, logo uma grande e complexa teia de mistérios envolvendo assassinatos começa a surgir envolvendo não apenas o seu protagonista, mas outros personagens que logo se tornam próximos. E as informações não param de surgir, criando realmente um aspecto de tensão em volta de tudo isso.

O elenco da série também ajuda em tal missão, já que entrega personagens que vão conseguindo cativar aos poucos. O seu protagonista, por exemplo, é inicialmente totalmente antipático, mas ainda assim é o “herói”. Trabalho esse, é claro, brilhantemente executado por Kinnaman. Outros nomes como James Purefoy e Martha Higareda também merecem atenção, já que seus personagens são de grande importância para a trama. A última, inclusive, talvez seja o nome mais simpático e carismático do projeto ao lado de Will Yun Leeintérprete de Kovacs em flashbacks.

Ainda que no meio de uma grande investigação, vale ainda ressaltar que a produção também apresenta outros questionamentos importantes sobre a humanidade. Um deles é exatamente essa troca de corpo, incluindo até mesmo a mudança de caráter do ser humano com o tempo através dos seus anos de vida. Afinal, o que faríamos se soubéssemos que poderíamos simplesmente passar para outro rosto? E com isso, a estética também, claramente, vira um ponto a ser discutido em certos momentos.

A verdade é que Altered Carbon chega recheada de um grande mistério, reviravoltas, muita ação e um grande elenco. E com todos esses aspectos, ela se prova uma sci-fi de primeira linha para o público. Ou seja, estamos provavelmente prestes a presenciar mais uma das grandes febres da Netflix, contando com muitos comentários, discussões sobre suas temáticas, teorias sobre o seu futuro e tudo mais. Ao final, é fácil concluir que acompanhar a história de Kovacs é emocionante e rodeada de grandes mistérios em diversos aspectos, seja no seu presente ou passado.

Confira também: SEVEN SECONDS | Netflix divulga o trailer completo da série

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here