7 jogos que mereciam um remake | Geek List

Essa lista tem só sete, mas são tantos que poderiam ser refeitos...

publicidade:

Com o sucesso estrondoso do remake de Resident Evil 2, muita gente deve estar pensando em outras tantas possibilidades de jogos que poderiam ser refeitos com gráficos e até mesmo um pouco da jogabilidade atual.

Pensando nisso, fiz uma lista com algumas ideias de jogos que certamente seriam fariam um enorme sucesso se fossem relançados. A ordem em que os jogos foram colocados não importa, o que vale é que são títulos que marcaram época. Confira!

1 – Super Mario World (SNES – 1990)

Sinceramente, Super Mario World é um dos melhores, senão o melhor jogo de plataforma já criado. Agora imagine uma versão com gráficos aprimorados e ainda mais coloridos? Claro, existem outros jogos mais novos do encanador bigodudo, mas seria incrível poder revisitar todos os mundos de Super Mario World com a qualidade gráfica que temos hoje.

Aproveitando que o assunto é Mario, outro remake da série que sempre foi muito esperado pelos fãs é o Super Mario 64. Por diversas vezes, fãs tentaram recriar o universo do jogo (de forma ilegal), mas sempre foram barrados pela Nintendo e seus advogados. Enfim, sonhar não custa nada.

Super Mario World
O clássico jogo de plataforma merece ser refeito (Foto: Divulgação)

2 – Sunset Riders (Arcades – 1991, MegaDrive – 1992 e SNES – 1993)

Outro título que joguei no Super Nintendo, Sunset Riders é o que podemos chamar de “precursor” de jogos de western como Gun e a aclamada série Red Dead Redemption. Imagine Steve, Billy, Bob e Cormano revivendo aquela clássica cena inicial onde correm sobre uma manada de búfalos ensandecida? Pois é, o título certamente daria um ótimo remake e celebraria de vez o sucesso dos games com a temática de faroeste.

Sunset Riders
Escuta a gente aí, Konami! (Foto: Divulgação)

3 – Duke Nukem: Time to Kill (PS1 – 1998)

“Looks like it’s time to kill!”. Era assim que começava um dos jogos mais insanos feitos para PlayStation 1. Duke Nukem: Time to Kill foi um jogo cheio de polêmicas e frases de efeito. Na verdade, era extremamente impróprio para crianças. Para se ter uma dimensão, nas primeiras cenas era possível adentrar um bordel em que as dançarinas viravam os javalis inimigos do anti-herói politicamente incorreto.

Cheio de sangue, explosões e easter-eggs, o título poderia ser revivido facilmente para a atualidade e certamente seria melhor que o fracassado Duke Nukem Forever (2011).

Duke Nuken: Time to Kill
Como nossos pais deixavam a gente jogar isso? (Foto: Divulgação)

4 – Dino Crisis (PlayStation 1 – 1996)

Assim como a série Resident Evil, Dino Crisis, segue a mesma fórmula, mas com história e inimigos totalmente diferentes: sustos. Sim, os malditos dinossauros da ilha Ibis pulavam pelas janelas, corriam, faziam barulhos estridentes e sempre nos faziam dar pulos da cadeira nos anos 90. A protagonista Regina sofria que era uma beleza e a gente adorava passar aqueles perrengues. Jogar de madrugada então, haja coração!

Esse título, sem nenhuma dúvida merecia ser recriado para a atual geração, que certamente traria ainda mais desafios e detalhes para um título de enredo tão envolvente e emocionante. Será que a onda trazida por RE2 trará também os dinossauros de volta para a atual geração? Fica a ideia…

Dino Crisis
A Capcom poderia lembrar deste aqui também! (Foto: Divulgação)

5 – Half-Life (PC – 1998)

De tantos jogos em primeira pessoa, talvez Half-Life tenha sido um dos mais importantes na história dos games, sobretudo pela quantidade de mods produzidos com base nele. O maior caso de sucesso foi Counter Strike, um dos FPS mais jogados no mundo.

A história de ficção científica por trás do incidente de Black Mesa e o protagonista, Gordon Freeman, seriam muito bem vindos para a atual geração. Quem sabe até com novos detalhes. Seria sensacional poder aniquilar com um pé-de-cabra aqueles pequenos e irritantes alienígenas que pulavam sem parar em cima de nosso estranho cientista, fazendo surgir marcas de sangue na tela. Eu pagaria pra ver…

Half-Life
O game foi produzido pela Valve, dona da Steam (Foto: Divulgação)

6 – Chrono Trigger (SNES – 1995)

Creio que não exista sequer uma pessoa fã de RPG que nunca tenha ouvido falar de Chrono Trigger. Um dos mais antológicos jogos do estilo feito para as antigas gerações é um grande injustiçado e já passou da hora da Square Enix trabalhar em uma versão totalmente refeita.

Seu estilo único seria muito bem recebido pela comunidade, sendo possível introduzi-lo aos mais jovens que não tiveram a oportunidade de jogá-lo nas gerações antigas (que pena!). É notório que esse remake certamente não foi feito por algum motivo muito específico, pois mercado e aceitação creio que o game certamente teria, ainda mais em meio a tantos RPGs de baixa qualidade que estão surgindo.

Chrono Trigger
A versão original do clássico RPG foi para SNES, em 1995 (Foto: Divulgação)

7 – Legacy of Kain: Soul Reaver (PS1 – 1999, DreamCast e PC – 2000)

Legacy of Kain: Soul Reaver é um dos tantos bons jogos criados naquele período. Abandonando totalmente o cenário bidimensional de seu antecessor, Blood Omen: Legacy of Kain, o game introduzia os gráficos em três dimensões de uma forma muito bonita. Mesmo sendo um game simples, contava com uma história interessante e muito elogiada na época (mas bem que podiam mudar o final…).

De qualquer maneira, o vampiro Raziel é um daqueles personagens atemporais que cairia bem fácil no gosto do público atual. Mesmo que de propostas distantes, o jogo tem alguns traços que lembram um pouco God of War, talvez pelo seu estilo e até mesmo um pouco da história de vingança.

Legacy of Kain: Soul Reaver
Mais uma excelente franquia que foi esquecida pelos produtores (Foto: Divulgação)

Enfim, existem milhares de jogos que cairiam facilmente no gosto do público se refeitos e que poderiam ser colocados aqui na lista. Mas aí eu escreveria um livro e não seria legal. O que podemos concluir é que a própria Capcom viu que a fórmula deu muito certo e já está deixando no ar (e nas mãos dos jogadores) a possibilidade do remake de Resident Evil 3. Será que veremos Jill Valentine correr (mais ainda) de Nemesis do que Leon e Claire do Mr. X? Fica a questão… 

Acha que ficou faltando algum título nessa lista? Diz pra gente nos comentários qual série você queria ver de volta à vida!

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek diariamente no facebooktwitter e instagram.

publicidade: